Tag: Ronaldo Jacaré

Ronaldo Jacaré testa positivo para covid-19 e está fora do UFC 249

O UFC 249 sofreu uma baixa faltando menos de 24 horas para o evento, que acontece neste sábado (09) em Jacksonville, na Flórida. Segundo informações da ESPN, Jacaré testou positivo para o novo coronavírus e foi retirado da luta contra Uriah Hall. Dois membros da equipe do brasileiro também testaram positivo.

Ainda segundo o site, Jacaré chegou na quarta-feira e informou a organização que um parente havia testado positivo. A priori, Jacaré não estava sentindo nenhum sintomas e foi isolado. Em teste realizado pelo Ultimate, foi confirmado positivo.

O evento seguirá a programação normal, já que a direção do UFC revelou que já trabalhava com essa hipótese após Jacaré informar o caso em sua família. O Ultimate também comunicou que todos os outros atletas testaram negativo.

Ouça nosso podcast: Spotify | Deezer | Itunes

Em luta morna, Jan Blachowicz vence Ronaldo Jacaré no UFC São Paulo

A luta principal do UFC São Paulo, neste sábado (16) no Ginásio do Ibirapuera, deixou a desejar. Em combate com pouca movimentação, o polonês Jan Blachowicz derrotou o brasileiro Ronaldo Jacaré na decisão dividida.

A luta: Não demorou para Ronaldo Jacaré tentar a queda. O brasileiro logo levou o polonês de costas para grade na tentativa de levar a luta para o solo. Apesar de Blachowicz buscar levar a luta para a trocação, o brasileiro segurou o duelo até o final do round na grade.

No segundo round, o confronto ficou mais tenso com a luta partindo para trocação. Jacaré tentava encurtar a distancia, enquanto Blachowicz buscava manter a distância, entretanto, Jacaré voltou a prender o polonês de costas para grade no clinche. Após uma disputa de posições, o duelo voltou para o centro do octógono e o embate continuou com poucas ações até o final.

O terceiro round permaneceu no mesmo roteiro, com pouca contundência de ambos atletas. Jacaré continuou grampeando o polonês no clinche, e quando retornou ao centro do octógono os dois atletas não aplicava golpes significativos. Durante o intervalo do round, os treinadores de Jacaré alertaram o brasileiro que Jan Blachowicz poderia estar com uma lesão no pé esquerdo.

Os dois últimos rounds continuou com o som ambiente em vaias, com a pouca ação dos dois lutadores. Jacaré tentava levar a luta para o solo e não conseguia, enquanto Blachowicz também não conseguia obter sucesso nos golpes aplicados.

Em decisão dos juízes laterais, Jan Blachowicz é declarado o vencedor por decisão dividida.

VEJA TODOS OS RESULTADOS DO UFC SÃO PAULO

UFC São Paulo – Resultados: Ronaldo Jacaré x Jan Blachowicz

O Ultimate encerra o calendário no Brasil em 2019 neste sábado (16) com o UFC São Paulo. O confronto principal, aconteceu entre o brasileiro Ronaldo Jacaré diante de Jan Blachowicz pela divisão dos meio-pesados.

Na co-luta principal, o veterano Maurício Shogun buscava o segundo triunfo consecutivo contra o escocês Paul Craig na categoria meio-pesado, mas o duelo acabou empatado na decisão dividida.

RESULTADOS DO UFC SÃO PAULO EM TEMPO REAL: 

CARD PRINCIPAL:
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz venceu Ronaldo Jacaré por decisão dividida (47-48, 48-47, 48-47)
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun e Paul Craig empataram na decisão dividida (29-28, 28-29, 28-28)
Peso-leve: Charles do Bronx venceu Jared Gordon por nocaute aos 1:26 do primeiro round
Peso-médio: André Sergipano venceu Antônio Arroyo por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-médio: Wellington Turman venceu Markus Maluko por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR:
Peso-meio-médio: Serginho Moraes venceu James Krause por nocaute (soco) aos 4:19 do terceiro round
Peso-pena: Ricardo Carcacinha venceu Eduardo Garagorri por finalização (mata-leão) aos 3:57 do primeiro round
Peso-leve: Francisco Massaranduba venceu Bobby Green por decisão unânime (29-28, 30-27, 29-28)
Peso-meio-médio: Randy Brown venceu Warlley Alves por finalização(triângulo) aos 1:22 do segundo round
Peso-pena: Douglas D’Silva venceu Renan Barão por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-mosca: Ariane Lipski venceu Isabela de Pádua por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27)
Peso-galo: Tracy Cortez venceu Vanessa Melo por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Foto: (Alexandre Schneider/Zuffa LLC/Getty Images)

Charles Oliveira, o papa bônus!

Charles “Do Bronxs’s” Oliveira está com seis vitória e uma derrota desde que voltou para a categoria peso leve do UFC em abril de 2017.

O tempo médio de luta do Charles Oliveira é de 5:08 no peso leve, é o segundo mais curto na história da divisão, atrás de Manny Gamburyan (4:45).

A sequência de cinco lutas do Charles Oliveira no UFC está empatada com Marlon Vera como a maior sequência ativa da organização.

As 14 vitórias no UFC deixou o brasileiro empatado com Anderson Silva e Vitor Belfort, atrás apenas de Donald Cerrone com 16 triunfos.

As 13 vitórias de finalizações do Charles Oliveira na competição, o tornou o maior finalizador da história do UFC.

Charles tem quatro vitorias por guilhotina no UFC, e esta empatado com Nate Diaz, o brasileiro é um dos dois lutadores da história da organização a conquistar vitórias por finalização com seis técnicas diferentes. Frank Mir também realizou a façanha.

O atleta da equipe Chute Boxe SP recebeu 14 bônus de luta da noite dentro da organização, o quarto maior ganhador da história da empresa, atrás de Cerrone (18), Diaz (15) e Joe Lauzon (15).

Charles Oliveira recebeu oito bônus de “melhor desempenho da Noite”, o maior da história da empresa, é também o único lutador da história do UFC a receber seis bônus de luta em duas divisões diferentes.

Essa matéria é um oferecimento do @studiohonda

Ronaldo Jacaré pede desculpas e lamenta revés: “Deu tudo errado”

Quarto colocado do ranking, Ronaldo Jacaré novamente se distanciou de uma chance pelo cinturão neste sábado (27) no UFC Fort Lauderdale. O brasileiro enfrentou o sueco Jack Hermansson de olho no cinturão da divisão dos médios, mas acabou neutralizado pelo 10º do ranking e saiu derrotado na decisão unânime.

Em entrevista para o Combate após o confronto, Jacaré não escondeu sua frustração pelo revés e ainda revelou que ficou perdido em alguns momentos da luta.

“Aconteceu tudo errado. Eu treinei muito bem para essa luta. O que me deixa mais chateado é que faz tempo que eu não entrava para lutar com uma forma física como a que eu estava para essa luta, entendeu? Eu não cansei tanto. Em alguns momentos eu me perdi no meio da luta, alguns momentos eu poderia ficar por cima para usar o jiu-jítsu e não usei. Deu tudo errado. Eu só peço desculpas aos fãs brasileiros que estavam esperando uma vitória. Para mim foi muito frustrante”.

No momento de maior apuro da luta, por muito pouco Hermansson não finalizou Jacaré em uma ajustada guilhotina. Perguntado sobre o momento, o brasileiro afirmou que sentiu o golpe e chegou até desmaiar.

“Aquela guilhotina estava muito encaixada. Eu desmaiei um pouco, sabe? Eu senti a pressão do golpe dele. Mas isso é uma coisa que eu já estou acostumado, já passei por isso algumas vezes na minha vida. Eu tive paciência e consegui sair, mas eu dei uma apagadinha de leve”.

Indignado com sua performance, Ronaldo Jacaré também lamentou não ter tentado levar a luta para sua especialidade, o chão.

“Essa é a pergunta que estou me fazendo agora: Por qual motivo eu não tentei nenhuma queda? Eu estava treinando tão bem chão, estava botando tão bem para baixo…mas na hora ali deu tudo errado”.

CONFIRA OS RESULTADOS DO UFC FORT LAUDERDALE

Foto: Getty Images

Jack Hermansson neutraliza Jacaré e vence na luta principal do Fort Lauderdale

Na luta mais aguardada do UFC Lauderdale na Flórida (EUA) neste sábado (27) o sueco Jack Hermansson entrou de vez no radar da divisão dos médios do Ultimate ao bater o brasileiro Ronaldo Jacaré na decisão dos juízes. Com o triunfo, Hermansson emplacou o quarto triunfo consecutivo na organização presidida por Dana White.

A luta: O confronto começou com Ronaldo Jacaré estudando mais a luta, enquanto Jack tentava surpreender o brasileiro. Em aproximação, Hermansson atingiu o brasileiro que revidou rapidamente com um soco de direita no frontal. O combate esquentou depois de Jack derrubar Jacaré após conectar três socos no brasileiro, em sequência encaixou um forte guilhotina que Jacaré surpreendentemente saiu da finalização.

No segundo round, mais confiante, Jack Hermansson não demorou para quedar Ronaldo. Por cima, o sueco desferiu alguns socos e cotoveladas em Jacaré, que no mesmo momento tentava atacar com algum golpe de finalização. Mesmo sem contundência, Hermansson dominou as ações do combate no chão e garantiu a vitória no segundo assalto.

Atrás no resultado da luta, Ronaldo Jacaré teve que sair para luta no terceiro round. O brasileiro demonstrou mais ofensividade e partiu para cima de Jack Hermansson. Na curta distância, o brasileiro assustou o sueco com bons ataques. No penúltimo round, foi a vez de Jack Hermansson assumir as rédeas da luta ao aplicar forte sequência em Jacaré, que tentava revidar mas não encontrava a distância.

No quinto round, Hermansson buscou grudar Jacaré na grade, mas o brasileiro reagiu quedando o sueco que rapidamente levantou. Na reta final, Jacaré tentou ir para o tudo ou nada em busca da vitória antes do final da luta mas não havia mais tempo.

Em resultado oficial, Jack Hermansson saiu o vitorioso por decisão unânime dos juízes laterais.

RESULTADOS DO UFC FORT LAUDERDALE:

CARD PRINCIPAL:
Peso médio: Jack Hermansson venceu Ronaldo Jacaré por decisão unânime (49-46, 48-47, 48-47)
Peso pesado: Greg Hardy venceu Dmitrii Smoliakov por nocaute técnico (socos) aos 2m15 do primeiro round
Peso meio-médio: Mike Perry venceu Alex Cowboy por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso meio-pesado: Glover Teixeira venceu Ion Cutelaba por finalização (mata-leão) aos 3m:37s do segundo round
Peso galo: Cory Sandhagen venceu John Lineker por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso leve: Roosevelt Roberts venceu Thomas Gifford por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR:
Peso meio-médio: Takashi Sato venceu Ben Saunders por nocaute técnico (socos e cotoveladas) aos 1m:18s do segundo round
Peso pesado: Augusto Sakai venceu Andrei Arlovski na decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso palha: Carla Esparza venceu Virna Jandiroba por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)
Peso leve: Gilbert Durinho venceu Mike Davis por finalização (mata-leão) aos 4:15 do segundo round
Peso leve: Jim Miller venceu Jason Gonzalez por finalização (mata-leão) aos 2:12 do primeiro round
Peso palha: Angela Hill venceu Jodie Esquibel por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)
Peso meio-médio: Dhiego Lima venceu Court McGee por decisão dividida (30-27, 28-29, 29-28)

Foto: Getty Images

Com Romero fora, Ronaldo Jacaré enfrenta Jack Hermansson no UFC Fort Lauderdale

Enfim o UFC definiu um oponente para Ronaldo Jacaré. Após saídas de Yoel Romero e Paulo Borrachinha, o ultimate convocou o sueco Jack Hermansson para a luta principal no dia 27 de abril em Fort Lauderdale. A informação é da “ESPN”.

Jack Hermansson tem um cartel de 19 vitórias e 4 derrotas. No UFC ele vêm de 3 vitórias consecutivas em cima de Thales Leites, Gerald Meerschaert e David Branch, todas por interrupção. Suas duas derrotas no evento foram para os brasileiros Cezar Mutante e Thiago Marreta.

Ronaldo Jacaré irá entrar no octógono com a promessa da disputa de cinturão em caso de vitória. Após perder para Kelvin Gastelum, ele se recuperarou ao nocautear Chris Weidman no UFC 230.

UFC Fort Lauderdale

CARD PRINCIPAL 

Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Jack Hermansson
Peso-pesado: Greg Hardy x Dmitry Smoliakov
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Mike Perry
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Ion Cutelaba
Peso-galo: John Lineker x Cory Sandhagen
Peso-leve: Roosevelt Roberts x Thomas Gifford

CARD PRELIMINAR

Peso-palha: Carla Esparza x Virna Jandiroba
Peso-pesado: Andrei Arlovski x Augusto Sakai
Peso-meio-médio: Ben Saunders x Takashi Sato
Peso-leve: Gilbert Durinho x Eric Wisely
Peso-leve: Jim Miller x Jason Gonzalez
Peso-palha: Jessica Penne x Jodie Esquibel
Peso-meio-médio: Court McGee x Dhiego Lima

Após saída de Romero, Jacaré deve enfrentar Paulo Borrachinha no UFC Fort Lauderdale

O UFC Fort Lauderdale sofreu mudanças. O evento programado para o dia 27 abril, primeiramente teve um confronto principal marcado entre o brasileiro Ronaldo Jacaré contra o cubano Yoel Romero, entretanto, Romero foi retirado do card em decorrência de uma pneumonia, conforme noticiou o site AG Fight. Segundo informações do site Combate, o brasileiro Paulo Borrachinha deverá ser o novo adversário de Jacaré.

Com uma invencibilidade de 12 vitórias na carreira, Paulo Borrachinha vem em ascensão na carreira. O mineiro de 27 anos fez quatro lutas no UFC, onde saiu vitorioso em todas por via rápida (nocaute ou nocaute técnico). Em sua última luta, venceu Uriah Hall no UFC 226 em julho do ano passado.

Leia também: Léo Santos retorna contra Steven Ray no UFC Estocolmo

Veterano do esporte, com 26 vitórias, seis derrotas e uma luta sem resultado, o brasileiro Ronaldo Jacaré vem de vitória diante do ex-campeão Chris Weidman por nocaute no UFC 230, em novembro de 2018. Anteriormente, o manauara foi superado na decisão dividida em combate contra Kelvin Gastelum.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:

CARD PRINCIPAL:
Peso-médio: Ronaldo Jacaré x Paulo Borrachinha – Ainda não oficializada
Peso-pesado: Greg Hardy x Dmitry Smoliakov
Peso-meio-médio: Alex Cowboy x Mike Perry
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Ion Cutelaba
Peso-galo: John Lineker x Cory Sandhagen
Peso-leve: Roosevelt Roberts x Thomas Gifford

CARD PRELIMINAR:
Peso-palha: Carla Esparza x Livinha Souza
Peso-pesado: Andrei Arlovski x Augusto Sakai
Peso-meio-médio: Ben Saunders x Takashi Sato
Peso-leve: Gilbert Durinho x Eric Wisely
Peso-leve: Jim Miller x Jason Gonzalez
Peso-palha: Jessica Penne x Jodie Esquibel
Peso-meio-médio: Court McGee x Dhiego Lima

Borrachinha fora; Romero enfrenta Ronaldo Jacaré em revanche no UFC Fort Lauderdale

Segundo informação da ESPN, Paulo Borrachinha está fora de duelo que faria diante de Yoel Romero no UFC on ESPN 3, no dia 27 de abril. Em seu lugar, o ultimate convocou o também brasileiro Ronaldo Jacaré, em luta que será uma revanche de duelo que ocorreu em 2015, onde Romero se sagrou vencedor por decisão dividida.

Yoel Romero vai novamente em busca de uma chance pelo cinturão dos médios. Em seu último combate, foi derrotado em uma guerra diante de Robert Whittaker no UFC 225, duelo onde não bateu o peso e não pôde disputar o cinturão.

Ronaldo Jacaré busca finalmente ter sua chance pelo ouro. Após perder para Kelvin Gastelum no UFC 224, o manauara nocauteou Chris Weidman no UFC 230.

Confira o card do UFC Fort Lauderdale:

  • Yoel Romero vs. Ronaldo Souza
  • Ion Cutelaba vs. Glover Teixeira
  • John Lineker vs. Cory Sandhagen
  • Carla Esparza vs. Livinha Souza
  • Andrei Arlovski vs. Augusto Sakai
  • Dhiego Lima vs. Court McGee
  • Jason Gonzalez vs. Jim Miller
  • Jodie Esquibel vs. Jessica Penne
  • Greg Hardy vs. Dmitrii Smoliakov
Anderson Silva responde declaração indignada Ronaldo Jacaré

Anderson Silva responde comentário indignado de Ronaldo Jacaré

O lutador Anderson Silva, o ‘The Spider’ não gostou dos comentários feito pelo seu ex-colega de treino Ronaldo Jacaré. De luta marcada para UFC 234, Anderson Silva se vencer deve disputar o cinturão novamente, segundo Dana White. Isso causou indignação em Jacaré, que é o terceiro do ranking e sonha com uma chance de credenciamento.

Ronaldo Jacaré disparou que Anderson Silva não seria merecedor de uma disputa de cinturão novamente por estar vindo de uma condenação por doping. Essa afirmação não foi bem digerida pelo ‘The Spider’, que foi parceiro de treinamento de Jacaré na X-GYM .

Leia também
Conor McGregor fala em enfrenar Anderson Silva
Anderson Silva responde a desafio de Conor McGregor

Anderson Silva estava em coletiva de imprensa em Los Angeles (EUA), na sua academia, quando respondeu a indagação do compatriota. O ex-campeão do UFC declarou-se surpreso com a indagação do ex-colega. Além disso, Silva relembrou que ajudou a Ronaldo Jacaré na sua entrada na academia e que sempre esteve ao seu lado.

— Confesso que fiquei um pouco surpreendido porque eu sempre dei todo o suporte pro Jacaré, inclusive quando ele chegou na academia. Eu o recebi muito bem e sempre estive do lado dele e sempre o defendi toda vez que ele lutou para que ele pudesse disputar esse cinturão. Acho que ele foi infeliz nos comentários, mas algumas coisas a gente não tem como controlar. Eu tenho controle sobre as minhas ações, sobre o que eu faço e o que eu digo. Todo mundo sabe a minha história nesse esporte e o quanto eu trabalhei duro para continuar fazendo o que eu faço. Não tenho muito o que falar sobre ele.

Carreira de Anderson Silva

Aos 43 anos de idade, Anderson Silva não luta desde fevereiro de 2017 quando derrotou o americano Derek Brunson por decisão unânime. Anteriormente, o curitibano vinha de quatro derrotas. Além disso uma luta ‘sem resultado’ contra Nate Diaz depois de ter sido flagrado em exame antidoping por uso de drostanolona e androstanolona (metabólitos de testosterona) em 2015. Seu cartel total do MMA é de 34 vitórias, 8 derrotas e 1 ‘No Contest’.

Foto: Anthony Geathers/Getty Images/AFP

UFC Londres cancelado

Dana White fala sobre futuro de Cormier e elogia Jacaré: “Tenho muito respeito”

Como já é de costume, o presidente do UFC Dana White falou com a imprensa sobre o balanço final de um evento. Após o UFC 230 neste sábado (03) o dirigente comentou sobre a vitória de Ronaldo Jacaré diante de Chris Weidman, em uma reviravolta no terceiro round. Apesar de não indicar sobre o futuro do brasileiro na divisão, o mandachuva elogiou a performance do peso-médio.

“Jacaré não parou de lutar e tentar. Impressionante. Ele não desistiu e continuou golpeando mesmo nos melhores momentos do Chris Weidman. Isso acontece quando alguém quer muito ganhar. Jacaré agora se colocou em uma boa posição e vamos ver o que faremos. Tenho muito respeito por caras que fazem o que Jacaré fez”, relatou Dana.

Dana White também falou a respeito da vitória de Daniel Cormier contra Derrick Lewis na luta principal. O presidente do Ultimate rasgou elogios ao campeão e deixou em aberto um possível terceiro confronto entre Cormier e Jon Jones.

“Não foi surpresa. Domínio completo. Impressionante! Não só pelo que ele faz nas duas categorias, ele só perdeu para Jon Jones, mas também o que ele faz fora das lutas, como ele representa esse esporte. Como ele faz para promover todos nós. Ele é um dos maiores em promoções, tudo que ele faz chama atenção. Ele poderia ser qualquer coisa, ter qualquer profissão depois. O que ele disse antes da luta sobre Derrick, sobre como ele é inteligente e tem valor, isso é de muita honra. Tem muitas opções para DC agora. Vamos ver o que acontece com Jones. Agora é hora de DC ficar com sua família, descansar e depois vemos”.

Confira todos os resultados do UFC 230

FOTO: AP Photo/John Locher

Jacaré e Weidman levam prêmio de performance no UFC 230

A empolgante luta entre Ronaldo Jacaré e Chris Weidman no UFC 230 neste sábado (03) em Nova York (EUA), rendeu uma boa recompensa para os dois lutadores. O UFC anunciou o combate como ‘luta da noite’ e uma bonificação de 50 mil dólares para cada (cerca de 185 mil reais). Israel Adesanya e Jared Cannonier também garantiram o bônus pela performance individual.

A co-luta principal da noite reservou fortes emoções para os fãs de MMA. Weidman saiu na frente de Jacaré ao vencer os dois primeiros rounds. Entretanto, em uma reviravolta na metade do terceiro round, Jacaré liquidou o ex-campeão por nocaute técnico ao conectar um forte direto de direita.

A promessa nigeriana, Israel Adesanya, fez uma nova vítima. O peso-médio venceu o duro Derek Brunson por nocaute ainda no primeiro round e manteve sua invencibilidade no esporte. E a zebra da noite ficou para Jared Cannonier, que nocauteou o favorito David Branch no segundo round.

Veja todos os resultados do UFC 230

Ronaldo Jacaré nocauteia Chris Weidman no UFC 230

A luta co-principal do UFC 230 prometia fortes emoções em Nova York (03). E Chris Weidman e Ronaldo Jacaré não deixaram a desejar. Mesmo perdendo os dois primeiro round, Jacaré se recuperou e venceu o ex-campeão por nocaute técnico.

A luta: O embate começou com Ronaldo Jacaré cercando Weidman, que respondia no contragolpe. Em tentativa de levar a luta para o chão, Chris revidou com uma joelhada e afastou o brasileiro. Com menos de três minutos, Weidman conectou um forte cruzado de direita que abalou Jacaré. Em sequência o americano prosseguiu superior dominando a distância. Jacaré tentava encurtar a distancia e atacava com chutes baixos.

Na segunda etapa o duelo se iniciou na trocação. Apesar de Weidman se sentir mas a vontade em pé, Jacaré não esboçava levar a luta para baixo. Em uma tentativa de aproximação, Ronaldo acertou bons socos de direita. Logo em seguida foi a vez do ex-campeão responder com um direto de direita. Faltando um minuto para acabar o round Weidman levou o brasileiro para grade onde tentou levar a luta para o chão, entretanto, Jacará rapidamente se levantou.

No terceiro round Jacaré foi para troca franca de golpes. Depois de uma aproximação, Jacaré acertou um potente cruzado de direita terminando a luta por nocaute técnico aos 2m46s do terceiro round.

Acompanhe os resultados do UFC 230
Foto: Josh Hedges - Getty Images

UFC 230 – Resultados: Daniel Cormier x Derrick Lewis

O evento de MMA mais famoso do mundo, retornou neste sábado (03) ao lendário Madison Square Garden Arena em Nova York (EUA) para o UFC 230. Na luta principal, Daniel Cormier defendeu o cinturão dos pesados contra Derrick Lewis.

A co-luta principal foi protagonizada por um conhecido algoz brasileiro. Chris Weidman enfrentou Ronaldo Jacaré, pela divisão dos médios.

RESULTADOS EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-pesado: Daniel Cormier venceu Derrick Lewis por finalização (mata-leão) aos 2m14s do segundo round
Peso-médio: Ronaldo Jacaré venceu Chris Weidman por nocaute técnico aos 2m46 do terceiro round
Peso-médio: Jared Cannonier venceu David Branch por nocaute técnico aos 29s do segundo round
Peso-médio: Karl Roberson venceu Jack Marshman por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27)
Peso-médio: Israel Adesanya venceu Derek Brunson aos 4m51s do primeiro round

CARD PRELIMINAR:
Peso-pena: Jordan Rinaldi venceu Jason Knight por decisão unânime 30-27, 30-25, 30-26)
Peso-mosca: Sijara Eubanks venceu Roxanne Modafferi por decisão unânime (29-28, 28-29, 30-26)
Peso-pena: Sheymon Moraes venceu Julio Arce por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-26)
Peso-meio-médio: Lyman Good venceu Ben Saunders por nocaute (socos) aos 1m32s do primeiro round
Peso-leve: Matt Frevola e Lando Vannata foi declarado empate majoritário (29-28 Frevola, 28-28, 28-28)
Peso-pena: Shane Burgos venceu Kurt Holobaugh por finalização (chave de braço) aos 2m11s do primeiro round
Peso-pesado: Marcos Pezão venceu Adam Wieczorek por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

Com drama de Derek Brunson, pesagem oficial do UFC 230 é realizada

Aconteceu nesta manhã (02) a pesagem oficial do UFC 230, em Nova York (EUA). Com tons de dramaticidade e emoção, dois lutadores não atingiram o limite. Brian Kelleher ficou acima por 400g, enquanto Sijara Eubanks excedeu 0,5kg. Ambos acabaram multado em 20% da bolsa. O americano Derek Brunson deixou para se pesar faltando apenas um minuto para encerrar a pesagem. Apesar do drama, o atleta confirmou a luta contra o prospecto Israel Adesanya.

Leia também: Douglas D’Silva enfrenta Petr Yan no UFC 232

Protagonistas do evento deste sábado (02), Daniel Cormier bateu 113,9kg – aproximadamente seis quilos abaixo do limite. Já o pesado Derrick Lewis, confirmou a disputa de cinturão ao cravar os 120kg. Chris Weidman e Ronaldo Jacaré também asseguraram a disputa na co-luta principal. Os dois se apresentaram bastante desgastados em decorrência da desidratação.

Os brasileiros Sheymon Moraes e Marcos Pezão também confirmaram suas respectivas lutas, contra Julio Arce e Adam Wieczorek.

CARD PRINCIPAL
Peso-pesado (até 120,2kg): Daniel Cormier (113,9kg) x Derrick Lewis (120kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Chris Weidman (84,4kg) x Ronaldo Jacaré (84,1kg)
Peso-médio (até 84,4kg): David Branch (84,2kg) x Jared Cannonier (83,8kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Karl Roberson (83,7kg) x Jack Marshman (84,1kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Derek Brunson (84,3kg) x Israel Adesanya (83,8kg)
CARD PRELIMINAR
Peso-pena (até 66,2kg): Jason Knight (66,1kg) x Jordan Rinaldi (66,1kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Sijara Eubanks (57,7kg) x Roxanne Modafferi (56,6kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Julio Arce (65,8kg) x Sheymon Moraes (66,2kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Lyman Good (76,9kg) x Ben Saunders (77,3kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Matt Frevola (70,5kg) x Lando Vannata (70,5kg)
Peso-pena (até 66,2kg): Shane Burgos (66kg) x Kurt Holobaugh (65,8kg)
Peso-galo (até 61,7kg): Brian Kelleher (62,1kg) x Montel Jackson (61,7kg)
Peso-pesado (até 120,7kg): Marcos Pezão (114,9kg) x Adam Wieczorek (105,3kg)

Foto: Dave Mandel - Sherdog.com