Tag: Robbie Lawler

UFC Newark: Colby Covington neutraliza Robbie Lawler e fica perto do cinturão

O próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios (até 77kg) do UFC parece já estar definido. Neste sábado, o ex-campeão interino da divisão, Colby Covington, derrotou o ex-campeão Robbie Lawler na decisão unânime, em Newark (EUA).

Com uma atuação para lá de dominante, Covington não deu chances para Lawler, que pouco fez frente ao falastrão. Mesmo com um amplo domínio na luta agarrada, em momentos de trocação, “chaos” também levou perigo ao ex-campeão. Com o triunfo, Colby acumula agora sete vitórias seguidas, enquanto Lawler amarga a terceira derrota consecutiva.

Brasileiros em ação: Na segunda luta da noite, Cláudio Hannibal não teve problemas, e finalizou Cole William aos 2m35s do primeiro round. Já o outro representante brasileiro não teve a mesma sorte. Neto BJJ acabou nocauteado por Nasrat Haqparast aos 36 segundos do segundo round.

RESULTADOS DO UFC NEWARK:

CARD PRINCIPAL
Colby Covington venceu Robbie Lawler por decisão unânime (50-44, 50-45 e 50-45)
Jim Miller venceu Clay Guida por finalização aos 58s do primeiro round
Nasrat Haqparast venceu Netto BJJ por nocaute técnico aos 36s do segundo round
Gerald Meerschaert venceu Trevin Giles por finalização aos 1m48s do terceiro orund
Scott Holtzman venceu Dong Hyun Ma por nocaute técnico (interrupção médica) aos 5m do segundo round
Kennedy Nzechukwu venceu Darko Stosic por decisão unânime (29-26, 28-27 e 28-27)

CARD PRELIMINAR 
Mickey Gall venceu Salim Touahri por decisão unânime (29-28, 28-28, 29-28)
Antonina Shevchenko venceu Lucie Pudilova por finalização aos 1m20s do segundo round
Matt Schnell venceu Jordan Espinosa por finalização aos 1m23s do primeiro round
Lauren Murphy venceu Mara Romero Borella por nocaute técnico aos 1m46s do terceiro round
Cláudio Hannibal venceu Cole Williams por finalização aos 2m35s do primeiro round
Miranda Granger venceu Hannah Goldy por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

Foto: Getty Images

Ben Askren estreia no UFC contra Robbie Lawler

Envolvido em uma inédita negociação no MMA, Ben Askren já tem sua primeira luta marcada no Ultimate. O ex-lutador do One Championship estreará contra o ex-campeão Robbie Lawler no UFC 233, que acontecerá no dia 26 de janeiro em Anaheim, Califórnia (EUA). A notícia foi divulgada inicialmente pela ESPN.

Com passagem vitoriosa pelo Bellator e One Championship. Ben Askren chega com moral no UFC. O americano de 34 anos está invicto com 18 vitórias. Em sua última luta venceu Shinya Aoki por nocaute técnico em dezembro de 2017. Recentemente, foi confirmado a transferência do meio-médio para a organização presidida por Dana White através de uma troca envolvendo o ex-campeão dos Moscas Demetrious Johnson.

Leia também: Chad Mendes retorna contra Alexander Volkanovski no UFC 232

Robbie Lawler deteve o cinturão meio-médio de 2014 à 2016, quando acabou derrotado por Tyron Woodley no UFC 201. Retorno ao octógono com vitórias após bater Donald Cerrone, entretanto, voltou a ser derrotado, dessa vez diante do brasileiro Rafael dos Anjos em dezembro de 2017.

CARD DO EVENTO ATÉ O MOMENTO:

Peso-meio-médio: Ben Askren x Robbie Lawler
Peso-leve: Islam Makhachev x Francisco Massaranduba
Peso-leve: James Vick x Paul Felder

Segundo Dana White, Rafael dos Anjos lesionou seriamente o joelho de Robbie Lawler

Rafael dos Anjos lesiona seriamente joelho de Lawler

O brasileiro Rafael dos Anjos fez a luta principal do UFC Winnipeg contra o ex-campeão da divisão Robbie Lawler. O Ultimate levou a sua mega estrutura para mais um evento no Canadá, onde o brasileiro dominou no inicio ao fim do combate.

Foram cinco round de predominância de Rafael dos Anjos, que lhe rendeu a vitória por decisão unânime. Mas um fato bastante curioso só veio a toda recentemente, uma grande lesão no joelho de Lawler durante a luta.

Leia mais:
Tyron Woodley dispensa luta com Rafael dos Anjos
Rafael dos Anjos sobe no ranking do meio-médio
Colby Covington desafia Rafael dos Anjos e brasileiro responde

Em entrevista para o ‘Yahoo Sports‘ dos Estados Unidos, Dana confirmou a lesão no joelho e Lawler. Segundo o mandachuva do UFC, a perna do americano está destruída. Lawler se lesionou nos primeiros rounds, mas aguentou firme até o final do quinto round.

A perna do cara estava destruída (Robbie Lawler). Estourou o seu acl e menisco e tudo que tem dentro do joelho até o terceiro round. Ele cambaleou até a grade, se apoiou nela e chamou o RDA para dentro para eles trocarem bombas. Robbie Lawler foi até o quinto round. – Dana White em entrevista.

Carreira de Rafael dos Anjos e Robbie Lawler.

O americano de 35 anos, é nome de peso dentro da divisão, mas sofreu mais um revés. Como profissional de MMA, fez 40 lutas, tendo vencido em 28 vezes. Enquanto isso, o brasileiro vem em um ótimo momento na nova divisão. Aos 33 anos de idade, dos Anjos emplacou sua terceira vitória na divisão. Em seu cartel, tem 36 lutas e saiu como vencedor em 28 oportunidades.

Rafael dos Anjos e Robbie Lawler ganham as maiores bolsas da Reebok do UFC on Fox 26

UFC on FOX 26: confira os pagamentos da Reebok

Ontem (16), o Ultimate foi ao Canadá para realizar o UFC on FOX 26, que teve onze batalhas no card. Na luta principal da noite, o brasileiro Rafael dos Anjos venceu Robbie Lawler por decisão unânime dos árbitros laterais.

Com essa vitória, o brasileiro ficou bem na fita, para uma eventual disputa de cinturão da divisão dos meio-médios. Como Tyron Woodley (campeão) se afastou temporariamente, Colby Covinton desafiou dos Anjos. Rafael por sua vez rejeitou a proposta do americano e o colocou num patamar abaixo.

Voltando as batalhas do UFC on FOX 26, a Reebok desembolsou US$157,500 (cento e cinquenta e se mil e quinhentos dólares) para pagar os atletas dessa edição. A informação é do portal ‘MMA Junkie‘ e a quantia em reais,gira em torno de R$ 518.000 (quinhentos e dezoito mil reais).

As maiores bolsas de patrocínio da noite ficou para os autores da batalha principal do UFC on FOX 26. Rafael dos Anjos e Robbie Lawler receberam US$20,000 (vinte mil dólares) cada, da Reebok. Em Real, essa quantia é cerca de R$ 66.000 (sessenta e seis mil reais).

A segunda maior bolsa da noite ficou para Ricardo Lamas, que faturou US$15,000 (quinze mil dólares). Se convertido para nossa moeda, Lamas embolsou quase R$ 50.000 (cinquenta mil reais). Glover Teixeira receberá $10,000 (dez mil dólares) e Santiago Ponzinibbio $5,000 (cinco mil dólares) que, quando convertidos, será cerca de R$ 33.000 (trinta e treis mil) e em torno de R$ 16.500, respectivamente.

Lista completa do pagamento da Reebok referente ao UFC on FOX 26

Rafael dos Anjos: $20,000
def. Robbie Lawler: $20,000

Josh Emmett: $2,500
def. Ricardo Lamas: $15,000

Santiago Ponzinibbio: $5,000
def. Mike Perry: $5,000

Glover Teixeira: $10,000
def. Misha Cirkunov: $5,000

Jan Blachowicz: $5,000
def. Jared Cannonier: $5,000

Julian Marquez: $2,500
def. Darren Stewart: $2,500

Chad Laprise: $5,000
def. Galore Bofando: $2,500

Nordine Taleb: $5,000
def. Danny Roberts: $2,500

John Makdessi: $10,000
def. Abel Trujillo: $10,000

Alessio Di Chirico: $2,500
def. Oluwale Bamgbose: $2,500

Jordan Mein: $10,000
def. Erick Silva: $10,000

Rafael dos Anjos venceu Robbie Lawler e deve ser o próximo desafiante ao título

Rafael dos Anjos vence Robbie Lawler por decisão unânime

O Ultimate levou sua mega estrutura para Winnipeg, no Canadá, para a realização de mais um UFC Fight Night. A luta principal foi o duelo dos meio-médios Robbie Lawler x Rafael dos Anjos fechando a noite de batalhas. Esses são até o momento da publicação, o segundo e o quarto, respectivamente, do ranking da divisão.

A luta começou bastante estudada, com a distancia grande entre os atletas e o brasileiro desferiu o primeiro golpe. Rafael dos Anjos e Robbie Lawler giravam no octógono a todo tempo de guarda alta, esperando o momento certo para atacar. O brasileiro acertou alguns chutes baixos, que foram respondidos com alguns socos, mas sem nenhuma sequencia. O round seguiu tenso, tendo os lutadores se experimentado no último minuto na grade. Mesmo com assalto morno,Rafael abriu vantagem com os chutes e venceu o primeiro round.

O segundo round voltou com nova proposta para ambos os lados, com os lutadores voltando mais agressivo. O assalto começou frenético com o Lawler caminhando para frente e acertando o brasileiro. Dos Anjos por sua vez contra-golpeou a altura e fez o norte americano recuar. Na metade do round, Rafael dos Anjos mostrou todo seu arsenal de golpes e descarregou em cima de Lawler que sobreviveu a sequencia implacável. Robbie Lawler ainda esboçou reação no último minuto, mas o brasileiro conteve seu impeto e venceu mais um round.

Robbie Lawler voltou aparentemente mais inteiro para o terceiro assalto. Rafael dos Anjos conseguiu grampear as duas penas de seu adversário e aplicou a queda. O combate voltou de pé, mas seguiu morna, colada na grade com os lutadores trocando joelhadas na linha de cintura e tímidos socos. Em uma tentativa de sequencia de socos, Lawler foi golpeado e caiu, sofrendo um knockdown. Vendo a oportunidade, o brasileiro desferiu bons socos e cotoveladas que lhe garantiram mais um round.

A luta voltou para o quarto round com o Robbie Lawler buscando mais o combate novamente. Já no meio do round, o brasileiro caminhava para frente e ensaiava bons socos, enquadrando o americano na grade e desferindo joelhadas na cintura. Brasileiro era o melhor, mas o Lawler ainda esboçava golpes de respeito, que foram desviados ou absolvidos por dos Anjos. Nos últimos segundos o brasileiro deu novo descarrego sobre o americano, que visivelmente, ficou desnorteado. Outro round facilmente pontuado para Rafael dos Anjos.

O quinto e último round começou com o brasileiro cadenciando o ritmo do combate e já enquadrou o americano na grade. Sem querer correr grandes riscos, Rafael do Anjos levou a luta para o solo novamente e Lawler tentou travar a luta. Com a torcida vaiando, o árbitro reconduziu a luta ao centro do octógono e de pé. Robbie Lawler esboçava pouca reação e sem mais contundência, tendo o brasileiro os melhores golpes do round. A luta seguiu no mesmo ritmo e foi para os juízes.

Na soma das papeletas dos árbitros laterais, o brasileiro teve seu braço erguido por decisão unânime dos árbitros.

Carreira de Rafael dos Anjos e Robbie Lawler.

O americano de 35 anos, é nome de peso dentro da divisão, mas sofreu mais um revés. Como profissional de MMA, fez 40 lutas, tendo vencido em 28 vezes. Enquanto isso, o brasileiro vem em um ótimo momento na nova divisão. Aos 33 anos de idade, dos Anjos emplacou sua terceira vitória na divisão. Em seu cartel, tem 36 lutas e saiu como vencedor em 28 oportunidades.

Rafael dos Anjos enfrenta Robbie Lawler na luta principal do UFC Winnipeg

Rafael dos Anjos enfrenta Robbie Lawler na luta principal do UFC Winnipeg 1
Imagem: UFC

Está confirmada a luta principal do UFC on Fox 26. Será entre o brasileiro Rafael dos Anjos e o americano Robbie Lawler. Duelo será pela divisão dos meio-médios.

Aos 32 anos, Rafael dos Anjos irá buscar a terceira vitória consecutiva na categoria dos meio-médios. Ex-campeão dos leves, o carioca fez a estreia na nova categoria em junho, quando venceu Tarec Saffiedine por decisão unânime no no UFC Fight Night 111. Após o triunfo, o brasileiro venceu o americano Neil Magny com facilidades no primeiro round do UFC 215.

Em busca de uma chance de recuperar o cinturão dos meio-médios, Robbie Lawler tentará emplacar a segunda vitória seguida, após perder o título máximo no UFC 201, quando foi brutalmente nocauteado por Tyron Woodley. Depois de ser destronado, o veterano derrotou Donald Cerrone por decisão unânime no UFC 214.

O UFC on Fox 26 será realizado em Winnipeg, Canadá na Bell MTS Place, no dia 16 de dezembro.

Confira os salários do UFC 214

Após ser duramente nocauteado por Jon ‘Bones’ Jones e consequentemente perder o cinturão dos meio-pesados, Daniel Cormier recebeu um ótimo consolo. Agora Cormier faz parte de um seleto grupo de pessoas que receberam um milhão de dólares (ou mais). Nesse grupo estão nada mais nada menos que Ronda Rousey, Conor McGregor, Brock Lesnar  e Nate Diaz.

Na cotação atual atual do dólar, a bolsa de Cormier foi de R$ 3.130.000 (três milhões, cento e trinta mil reais) o dobro de seu algoz  Jon Jones, que recebeu U$ 500.000 (quinhentos mil dólares, que em reais é um milhão quinhentos e sessenta e cinco mil).

Os brasileiros que disputaram o cinturão, Demian Maia, que fez a co-luta principal, embolsou U$ 110.000 (cento e dez mil dólares, que é quase trezentos e quarenta e cinco mil reais). Já Cristiane ‘Cyborg’ Justino faturou $200,000  (duzentos mil dólares, quando convertidos para nossa moeda, fica seiscentos e vinte e seis mil reais).

A lista foi divulgada pelo portal americano ‘MMA Fighting’, que teve acesso ao documento direto com a Comissão Atlética da California (CSAC).

Confira a lista:

Jon Jones: $500,000
Daniel Cormier: $1,000,000

Tyron Woodley: $500,000
Demian Maia: $110,000

Cristiane Justino: $200,000
Tonya Evinger: $100,000

Robbie Lawler: $300,000
Donald Cerrone: $155,000

Volkan Oezdemir: $110,000
Jimi Manuwa: $120,000

Ricardo Lamas: $106,000
Jason Knight: $31,000

Aljamain Sterling: $66,000
Renan Barao: $53,000

Brian Ortega: $52,000
Ricardo Moicano:   $23,000

Calvin Kattar: $24,000
Andre Fili: $24,000

Alexandra Albu: $20,000
Kailin Curran: $20,000

Jarred Brooks: $24,000
Eric Shelton: $10,000

Drew Dober: $44,000
Josh Burkman $54,000

Robbie Lawler vence Donald Cerrone por decisão unânime

Com o card recheado de estrelas e com três disputas de cinturões, a luta pelo peso meio-médio entre Robbie Lawler x Donald Cerrone acabou ofuscada e sendo a quarta mais importante da edição 214 do UFC que foi realizado em Anaheim, nos Estados Unidos.

Robbie Lawler começou a luta de maneira frenética, entrou na luta para tentar decidir nos primeiros segundos de luta e, colou no Donald Cerrone no centro do octógono e desferiu um arsenal de socos. O ‘Cowboy’ tentava timidamente responder, mas não tinha o mesmo volume de jogo de seu adversário, que o castigou até o meio do assalto. Já na segunda  metade a luta se soltou mais,  Cerrone conseguiu aplicar a queda e colar Lawler de costas no chão, o ‘Cowboy’ trabalhou a posição mas não conseguiu finalizar, os últimos segundos foi de luta em pé, no round em que Lawler venceu por 10-9.

A luta voltou mais cadenciada para o segundo round, Robbie Lawler aparentemente estava mais cansada, enquanto Donald Cerrone tentava crescer no combate para recuperar o round perdido. O ‘Cowboy’ conseguiu conectar em maior quantidade e os golpes mais contundentes do segundo assalto, se recuperando na luta e empatando o combate em 19-19.

O combate estava aberto no terceiro e último assalto, Robbie Lawler voltou mais agressivo, postura claramente diferente do round anterior, mas Donald Cerrone respondia imediatamente todos os ataques, deixando o assalto parelho. O round seguiu na mesma proposta até o final, deixando essa dura decisão para os juízes.

Na soma das papeletas dos árbitros laterais, Robbie Lawler saiu como vencedor do combate por decisão unânime.

Aos 35 anos, Robbie Lawler reencontrou o caminho das vitórias após o seu revés contra Tyron Woodley. Como profissional do MMA, ele possui 31 lutas, sendo 28 vitórias.

UFC 214: Robbie Lawler vs. Donald Cerrone remarcado para Anaheim?

Após a retirada da luta entre o norte americano ex-campeão do WEC Donald ‘Cowboy’ Cerrone e seu compatriota ex-campeã do UFC Robbie Lawler do card do UFC 213 (por conta de lesões e uma suposta infecção urinária por parte de Cerrone), na próxima semana na T-Mobile Arena em Las Vegas, rumores tomaram conta da web, dizendo que essa luta seria remarcada para o UFC 214 e que acontecerá no Honda Center em Anaheim, no dia 29 deste mês de julho, rumor este, que pode ter sido concretizado na tarde deste domingo (2) segundo notícia do jornal americano ‘The Los Angeles Times’, porém, a notícia ainda não foi confirmada pelo Ultimate

Presidente da franquia, Dana White, havia dito que seria praticamente impossível a remarcação do duelo para o evento do dia 29 de Julho por conta dos problemas de saúde de Cerrone e que isso não deveria ocorrer de maneira nenhuma, afirmando que primeiramente, a organização iria cuidar desses problemas do ‘Cowboy’, porém, mesmo com todo o respaldo do jornal norte americano, notícias de que o lutador havia melhorado não foram divulgadas.

Nenhum outro veículo de comunicação e nem mesmo o UFC pronunciaram-se sobre a remarcação do combate, com isso, fica a incógnita da veracidade dos fatos noticiados pelo ‘LA Times’.

Cerrone se lesiona e duelo contra Lawler deverá acontecer no UFC 214

Cerrone se lesiona e duelo contra Lawler deverá acontecer no UFC 214 2
Imagem: MMA Junkie

Conforme apurou o site “MMA Fighting”, o peso meio-médio Donald Cerrone sofreu uma lesão, e o duelo que faria contra Robbie Lawler no UFC 213, terá que ser adiado para a edição de 214.

“Cowboy”, busca se recuperar do revés que sofreu em seu combate mais recente, para Jorge Masvidal no UFC on Fox 23. Na carreira, o americano possui 32 vitórias e oito derrotas.

Praticamente um ano afastado do octógono, Robbie Lawler buscará uma nova sequência de vitórias para disputar novamente o cinturão. O ex-campeão perdeu o “trono” no UFC 201, ao ser nocauteado por Tyron Woodley no primeiro round.

O UFC 214 será realizado no dia 29 de julho em Anaheim, Califórnia, Estados Unidos.

CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Jon Jones
Peso-pena: Cris Cyborg x Tonya Evinger
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Donald Cerrone*
Peso-galo: Renan Barão x Aljamain Sterling
Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Volkan Oezdemir
Peso-pena: Ricardo Lamas x Jason Knight
Peso-pena: Andre Fili x Adversário a ser definido
Peso-leve: Sage Northcutt x John Makdessi
peso-palha: Kailin Curran x Aleksandra Albu
Peso-leve: Josh Burkman x Drew Dober
Peso-mosca: Jarred Brooks x Eric Shelton
Peso-pesado: Dmitri Smoliakov x Adam Wieczorec
Peso-pena: Brian Ortega x Renato Moicano

Robbie Lawler enfrenta Donald Cerrone no UFC 213

Robbie Lawler enfrenta Donald Cerrone no UFC 213 3
Robbie Lawler (Imagem: Divulgação)

O UFC 212 recebeu o segundo duelo até o momento conforme publicou o site “ESPN”. Será entre o ex-campeão Robbie Lawler contra Donald Cerrone pela categoria meio médio.

Robbie Lawler vai em busca de retomar o caminho do cinturão dos meio médios. O ex-campeão conquistou o título em 2014 ao vencer Johny Hendricks na decisão dividida. Após a conquista, o americano defendeu mais duas vezes, diante Rory MacDonald e Carlos Condit até que no UFC 201 Lawler foi brutalmente nocauteado por Tyron Woodley ainda no primeiro round.

Depois de um início com quatro vitórias consecutivas na categoria meio médio, Donald Cerrone interrompeu a série de vitórias ao ser derrotado por Jorge Masvidal no UFC on Fox 23 por nocaute técnico.

O UFC 213 será realizado no dia 8 de julho em Las Vegas, Nevada nos Estados Unidos.

CARD ATÉ O MOMENTO:

Peso pesado: Fabrício Werdum x Alistair Overeem
Peso meio médio: Robbie Lawler x Donald Cerrone

Cerrone mira combate contra Demian Maia e planeja lutar seis vezes em 2017

Cerrone mira combate contra Demian Maia e planeja lutar seis vezes em 2017 4
Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

O incansável americano Donald ‘Cowboy’ Cerrone tem planos ousados para a temporada de 2017. Em entrevista para o “Fox Sports” o atual quinto colocado do ranking do meio-médio revelou a vontade de enfrentar o brasileiro Demian Maia (terceiro no ranking).

Além de Demian Maia, outro que está na mira do Cowboy é Robbie Lawler. Segundo o lutador, Nick Diaz e o citado Demian rejeitaram uma luta contra o ex-campeão da categoria, mas como sempre, Cerrone se colocou mais uma vez a disposição do UFC para lutar contra o atual segundo colocado da categoria.

Os planos de Donald Cerrone (de enfrentar Demian Maia ou Robbie Lawler) é para março, vale lembrar que nesse mês haverá a edição 209 do UFC, que tem como luta principal Woodley x Tompson, valendo o título da categoria.

– Eu queria lutar em março. Sei que vai ter uma luta pelo título no UFC 209 (Woodley x Thompson), então tenho que pegar um dos principais desafiantes. Tomara que o Demian Maia pare de ficar esperando por uma luta ou, quem sabe, o Robbie Lawler. Quem está atrás de mim no ranking eu nem me importo – disse Cerrone.

– Nick Diaz rejeitou o Robbie. Demian Maia também. Sabe quem ainda não fez isso com o Robbie? Eu! Então, me coloquem para enfrentar ele. Esse nome não me assusta. Gosto do Robbie Lawler, mas podem trazê-lo. Se eu pudesse fazer seis lutas em 2017, meus treinadores ficariam felizes, eu também e teria a chance de conquistar o cinturão e ainda defendê-lo três vezes – finalizou o lutador.

Aos 33 anos de idade, não há tempo ruim para Cerrone. Não é a toa que das 39 lutas como lutador profissional de MMA, venceu 31 vezes, vem de quatro vitórias e, está de luta marcada para dia 28 deste mês (janeiro).



Robbie Lawller desistiu de lutar contra Donald Cerrone

A luta estava prevista para o UFC 205.


Robbie Lawller desistiu de lutar contra Donald Cerrone 5
Foto: Jeff Bottari/ Zuffa LLC
A luta que já era bastante aguardada, entre Robbie Lawller e Donald Cowboy Cerrone não irá mais acontecer na edição de númeno 205 do Ultimate. Na verdade, não há mais data para esse combate acontecer, tudo em virtude da desistência de Lawler.
A notícia chocante foi veiculada pelos principais sites americanos especializados em MMA. Fontes seguras como: TMZ, MMA Fighting dentre outros sites que são bastantes respeitados. 
O motivo para a não ocorrência da luta, segundo os sites citados, foi um pedido feito pelo próprio atleta, que pediu um tempo para se recuperar, após ser derrotado para o novo campeão Tyron Woodley.
Em breve o UFC deve anunciar o novo oponente para o americano Donald Cerrone, que não tem tempo ruim. Luta em qualquer ocasião, contra qualquer atleta.
Até então o card está assim:

UFC 205 12 de novembro, em Nova York (EUA) 
CARD DO EVENTO: 
Peso-leve: Thiago Pitbull x Al Iaquinta
Peso-meio-médio: Donald Cerrone x novo adversário
Peso-meio-pesado: Gian Villante x Marcos Pezão
Peso-médio: Rashad Evans x Tim Kennedy



Confira os salários do UFC 201

Robbie Lawler foi o atleta mais bem pago da noite.

Confira os salários do UFC 201 6

Foto: Daniel Shirey/Zuffa LLC

Mesmo perdendo o seu cinturão e tomando um nocaute ainda no 1º round, Robbie Lawler recebeu um ótimo consolo pela derrota, e foi o atleta mais bem pago de todo o card do UFC 201.

Esses números são apenas os salários pagos pela própria organização, portanto aí estão apenas a bolsa e os bônus de cada uma dos atletas, não estando presente o valor ganho atravéz do patrocinador oficial do Ultimate, que é a Reebok.

Confira:
Tyron Woodley ($270,000 + $70,000 = $340,000)
Robbie Lawler ($500,000)
Karolina Kowalkiewicz ($19,000 + $19,000 = $38,000)
Rose Namajunas ($46,000)
Jake Ellenberger ($75,000 + $75,000 = $150,000)
Matt Brown ($73,000)
Erik Perez ($24,000 + $24,000 = $48,000)
Francisco Rivera ($23,000)
Ryan Benoit ($13,000 + $13,000 = $26,000)
Fredy Serrano ($12,000)
Nikita Krylov ($24,000 + $24,000 = $48,000)
Ed Herman ($51,000)
Jorge Masvidal ($57,000 + $57,000 = $114,000)
Ross Pearson ($54,000)
Anthony Hamilton ($16,000 + $16,000 = $32,000)
Damian Grabowski ($18,000)
Wilson Reis ($25,000 + $25,000 = $50,000)
Hector Sandoval ($12,000)
Michael Graves ($12,000)
Bojan Velickovic ($14,000)
Damien Brown ($10,000 + $10,000 = $20,000)
Cesar Arzamendia ($10,000)



Rafael dos Anjos está com dois na mira para o seu retorno

O brasileiro quer voltar a lutar contra Robbie Lawler ou Nate Diaz.

Rafael dos Anjos está com dois na mira para o seu retorno 7
Rafael dos Anjos estava de luta marcada contra o irlandês Conor McGregor, quando, infelizmente, faltando duas semanas para o combate, o brasileiro sofreu uma lesão no quinto metatarso do pé esquerdo, sendo assim, não havia tempo hábil para que o lutador se recuperasse para fazer a luta principal do UFC 196.
Como não lutou no evento 196, Dos Anjos projeta seu retorno aos octógonos para o gigantesco evento 200 do UFC, que segundo a organização, será a maior edição de todos os tempos do UFC.
Segundo informações do ”UFC Tonight”, o brasileiro teria dado duas opções para o Ultimate casar, para enfrenta-lo no UFC 200. Os atletas que estão na mira do campeão dos pesos leves, é o algoz de Conor McGregor, o americano Nate Diaz (lutador que substituiu Dos Anjos no UFC 196, e venceu o Conor), e a outra possibilidade é uma superluta conta o campeão do peso meio-médio.