Tag: Cub Swanson

UFC Tampa: Kron Gracie mostra resistência mas é derrotado por Cub Swanson

O UFC realizou mais um edição na noite deste sábado (12), o palco da vez foi a cidade de Tampa, na Flórida. Na penúltima luta da noite, o brasileiro Kron Gracie foi derrotado por Cub Swanson por decisão unânime. O brasileiro aguentou muitos golpes, mas não conseguiu usar sua principal arma.

A luta começou com Swanson se movimentando e conectando vários jabs para manter a distância. Sempre que tentava se aproximar, Kron Gracie era atingido no rosto e no corpo. Essa foi a tônica dos dois round seguintes, com Swanson conectando os golpes e Kron não conseguindo se aproximar o suficiente para derrubar o americano. No fim do combate, Cub Swanson foi anunciado vencedor por decisão unânime!

Essa foi a primeira derrota da carreira de Kron Gracie, que também conta com cinco vitórias. Já Cub Swanson se recupera de uma sequência negativa de quatro derrotas.

UFC Tampa – Resultados: Joanna Jedrzejczyk vs. Michelle Waterson

Aconteceu neste sábado (12) mais uma edição do UFC, dessa vez em Tampa, na Flórida (EUA). O combate principal, que por muito pouco não acabou sendo cancelado, foi entre a polonesa Joanna Jedrzejczyk diante de Michelle Waterson pela categoria peso-palha.

A segunda luta principal da noite, terá brasileiro em ação. O ainda novato nas artes marciais mistas, Kron Gracie, passou por um teste de fogo contra o veterano americano, Cub Swanson, na divisão dos penas.

MAIS BRASILEIROS EM AÇÃO: Abrindo a noite brasileira, no card preliminar, Deiveson Figueiredo bateu de frente contra o ex-desafiante ao cinturão dos moscas Tim Elliot. Já no card principal, um confronto entre brasileiras. Mackenzie Dern voltou ao octógono contra Amanda Ribas na categoria dos palhas.

RESULTADOS EM TEMPO REAL DO UFC TAMPA:

Card principal:
Peso palha: Joanna Jedrzejczyk venceu Michelle Waterson por decisão unânime (50-45, 50-45, 49-46)
Peso pena: Cub Swanson venceu Kron Gracie por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso meio-médio: Niko Price venceu James Vick por nocaute aos 1m44s do primeiro round
Peso palha: Amanda Ribas venceu Mackenzie Dern por decisão unânime  (30-27, 30-27, 30-27)
Peso leve: Matt Frevola venceu Luis Peña por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29)
Peso médio: Eryk Anders venceu Gerald Meerschaert por decisão dividida (29-28, 29-28, 28-29)

Card preliminar:
Peso meio-pesado: Ryan Spann venceu Devin Clark por finalização aos 2m01s do primeiro round
Peso leve: Mike Davis venceu Thomas Gifford por nocaute aos 4m45s do terceiro round
Peso meio-médio: Alex Morono venceu Max Griffin por decisão unânime (29-28, 29-27, 29-27)
Peso mosca: Deiveson Figueiredo venceu Tim Elliott finalização aos 3m08s do primeiro round
Peso galo: Marlon Vera venceu Andre Ewell por nocaute técnico aos 3m17s do terceiro round
Peso meio-médio: Miguel Baeza venceu Hector Aldana por nocaute técnico aos 2:32 do segundo round
Peso médio: Marvin Vettori venceu Andrew Sanchez por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso mosca: JJ Aldrich venceu Lauren Mueller  por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)

Foto: Getty Images
Técnico e esposa de José Aldo desabafam e rebatem críticas contra o lutador nas redes sociais

Cub Swanson deixa luta contra José Aldo no UFC 233

A revanche entre José Aldo e Cub Swanson não acontecerá no UFC 233. Segundo informações do site Combate, o americano não poderá lutar no dia 26 de janeiro. Dedé Pederneiras, treinador e empresário do ex-campeão, alegou que problemas pessoais de Swanson impossibilitaram a confirmação da luta.

“A luta já tinha sido apalavrada para o UFC 233, tanto é que eu estava cobrando o contrato havia três semanas, e contrato não chegava, não chegava… Acho que o número de eventos do UFC nas últimas semanas atrasou a chegada do contrato. Parece que ele (Cub Swanson) está com um problema no cotovelo e os filhos estão internados. A gente não pode falar nada porque cada um tem seu problema familiar ou pessoal que pode impedir a luta de continuar. Nós mesmos já tivemos vários. Falar alguma coisa do Cub agora seria até sacanagem, a gente entende a situação dele, não achamos que ele está correndo. Acho que é uma situação difícil que ele está passando agora, mas a vida do Aldo tem que andar também. Pedimos ao UFC um novo oponente que satisfaça a vontade de ambos. Faltam três lutas para o Aldo encerrar o contrato, a gente vai fazer as três lutas e depois ver o que vai acontecer na vida dele”, relatou Dedé para o Combate.

Vindo de uma grande vitória por nocaute contra Jeremy Stephens, José Aldo planeja fazer três lutas em 2019, com isso, deve lutar logo no início do ano. Segundo o peso-pena, existe uma possibilidade de lutar no UFC Fortaleza, que acontecerá no dia 2 de fevereiro.

“Não gosto de falar de luta antes do contrato ser assinado porque essas coisas acontecem. Mas já estava acordado após o UFC oferecer (essa luta). Já estava treinado para o Cub havia uma semana. Não quero lutar três semanas depois porque atrapalha meu planejamento de fazer três lutas até o final do ano. Quero encerrar meu contrato, que ainda tem três lutas, até dezembro de 2019. Se não lutar no dia 26 de janeiro, pode ser até no UFC de Fortaleza”, falou Aldo.

Antes do triunfo contra Stephens no UFC Calgary, Aldo vinha de duas derrotas consecutivas por nocaute técnico – ambas valendo o cinturão -, para Max Holloway.

Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
UFC 227: Renato Moicano finaliza no primeiro round

[GIF] Renato Moicano finaliza Cub Swanson no UFC 227

A terceira luta mais importante da noite do UFC 227 foi o duelo de peso-pena entre Cub Swanson x Renato Moicano. Vindo de duas derrotas, o americano tentou frente ao brasileiro, voltar a respirar na organização. Já Moicano, foi para o octógono para tentar abrir mais uma sequencia de vitórias em sua carreira.

Leia mais:

O Cub Swanson começou conectando os primeiros chutes baixos, mostrando a que veio, mas foi respondido prontamente pelo brasileiro. Renato Moicano soltou alguns socos que foram de encontro do frontal do americano, mas de igual forma, os golpes eram respondidos. A luta seguia ativa, trocação no centro do octógono, sem ninguém se arriscar. Na altura da metade do round, Renato Moicano conectou um ótimo jab de esquerda, somou seu primeiro knockdown.

Daí em diante, viu-se uma verdadeira blitz do brasileiro frente ao americano. Renato Moicano castigou o Cub Swanson que aguentava os duros socos até então. Vendo a brecha aberta, o brasileiro foi para as costas, encaixou os ganchos e logo em seguida ajustou o estrangulamento.

Vencendo brilhantemente com essa finalização no primeiro round, Renato Moicano ganha muita moral na organização e, deve subir algumas posições no ranking.

Na entrevista ainda dentro do octógono, o brasileiro pediu revanche para Brian Ortega, seu único algoz.

Carreira de Cub Swanson e Renato Moicano

O americano, mais experiente, com 34 anos, é profissional de MMA desde o ano de 2004. Atual quinto colocado no ranking do UFC, Cub Swanson fez 35 lutas como lutador de MMA, tendo vencido 25 e saindo como derrotado em outras 10 lutas.

Enquanto isso, o brasileiro Renato Moicano tem seus 29 anos de idade, e luta profissionalmente MMA desde o ano de 2010. Em seu cartel, possui 15 lutas. Moicano venceu 13, perdeu apenas uma e um empate. Até o presente momento, ele é o 10º colocado do ranking do médios.

GIF do knockdown de Renato Moicano

Foto: Jeff Bottari / Zuffa LLC / Zuffa LLC via Getty Images

UFC Atlantic City: Frankie Edgar controla duelo, e despacha Cub Swanson por decisão unânime

Em um dos combates mais esperados da noite em Atlantic City em Nova Jersey nos Estados Unidos pelo UFC Fight Night 128, o ex-campeão Frankie Edgar enfrentou Cub Swanson pela categoria dos penas.

A luta: Em um início movimentado, Frankie Edgar começou soltando golpes diretos, com jabs e chutes. Já Swanson, procurava atacar o ex-campeão na longa para média distância. Após uma boa sequência, Edgar levou Swanson de costas para grade com uma boa combinação de socos, entretanto, Cub logo se recuperou e voltou para trocação franca com Frankie no centro do octógono.

Assim como no começo da luta, o segundo round também continuou de forma frenética. Frankie Edgar continuou melhor na luta, conectando os melhores golpes. Visivelmente abalado, Cub Swanson tentava responder mas sem sucesso.

Apesar da vitória parcial nos dois round, Frankie Edgar seguiu sua estratégia agressiva na terceira etapa. O americano seguiu controlando a distância e acertando os melhores golpes em Swanson. Com menos de dois minutos, Edgar levou a luta pro clinche, entretanto, o duelo logo voltou a se concentrar no centro do octógono.

Final de luta, Frankie Edgar é declarado o vencedor por decisão unânime dos juízes laterais. O americano se recupera do recente revés sofrido para Brian Ortega no UFC 222, e Cub Swanson emplaca a segunda derrota consecutiva. O peso-pena também vinha de derrota para Brian Ortega.

RESULTADOS DO UFC FIGHT NIGHT 128

UFC Atlantic City – Resultados: Edson Barboza x Kevin lee

O UFC Fight Night 128 será realizado neste sábado, na Boardwalk Hall, em Atlantic City, Nova Jersey nos Estados Unidos. Na luta principal, o brasileiro Edson Barboza enfrentou o americano Kevin Lee, pela divisão dos leves.

Na luta co-principal, Frankie Edgar impôs um forte ritmo, e por decisão unânime, venceu Cub Swanson . Outro brasileiro no card principal foi Thiago Marreta. O brasileiro não conteve o impeto de David Branch que por nocaute, o derrotou no primeiro round.

RESULTADOS EM TEMPO REAL:

CARD PRINCIPAL:
Peso-leve: Kevin Lee venceu Edson Barboza por nocaute técnico (interrupção médica) aos 2 minutos e 18 segundos do quinto round
Peso-pena: Frankie Edgar venceu Cub Swanson por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-pesado: Justin Willis venceu Chase Sherman por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-médio: David Branch venceu Thiago Marreta por nocaute aos 2 minutos e 30 segundos do primeiro round.
Peso-galo: Aljamain Sterling venceu Brett Johns por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-leve: Dan Hooker venceu Jim Miller por nocaute aos 3 minutos do primeiro round
CARD PRELIMINAR:
Peso-meio-médio: Ryan LaFlare venceu Alex Garcia por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-galo: Ricky Simon venceu Merab Dvalishvili por nocaute técnico aos 5:00 do terceiro round
Peso-meio-médio: Siyar Bahadurzada venceu Luan Chagas por nocaute aos 2 minutos e 40 segundos do segundo round
Peso-meio-pesado: Corey Anderson venceu Patrick Cummins por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27)
Peso-meio-médio: Tony Martin venceu Keita Nakamura por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)

Após finalização de Ortega, Swanson declara: ''Senti que ia morrer''

Após finalização de Ortega, Swanson declara: ”Senti que ia morrer”

Derrotado no UFC Fight Night 123 por Brian Ortega, o peso-pena Cub Swanson deu uma declaração curiosa após ser pego numa guilhotina que pode ser considerada uma das melhores do ano.

Leia também:
UFC Fresno: Confira os pagamentos da Reebok
Dana White se pronuncia sobre McGregor x Pacquiao

– Senti como se eu fosse morrer. Ficou apertado logo de cara. Eu meio que sacudi ele, e ele ficou só com uma das mãos. Segurei o braço e o pulso dele e me senti bem. Então ele segurou a mão dele e eu senti que ainda poderia sair, aí ele reajustou. Senti as pernas dele subirem no meu corpo, ele apertou minha cabeça e entrei em pânico.

Swanson fez contra Ortega a última luta de seu contrato com a organização, a expectativa é que ele renove.

UFC Fresno: Brian Ortega finaliza Cub Swanson na luta principal

Foi realizado nesta noite (09), o UFC Fight Night 123 em Fresno, Califórnia. A luta principal foi um duelo peso-pena entre o veterano Cub Swanson e o recém rankeado Brian Ortega.

No card principal, o duelo entre os invictos Markus Maluko e Eryk Anders acabou com vitória do segundo. Apesar de começar bem na luta, Maluko cansou e sucumbiu à força de Anders.

O card preliminar teve três brasileiros em ação. Voltando de longo período parado, Antônio Braga Neto não foi páreo para Trevin Gilles e acabou nocauteado no terceiro round. Iuri Marajó fez uma luta morna e perdeu por unanimidade para o mexicano Alejandro Perez.

O destaque foi para Davi Ramos, que dominou o americano Chris Gruetzemacher e conseguiu uma mata-leão no terceiro round, conquistando sua primeira vitória no UFC. Outro brasileiro que brilhou, foi Marlon Moraes. Com um pouco mais de um minutos, o peso-galo nocauteou o americano Aljamain Sterling com um nocaute brutal.

LUTA PRINCIPAL – Cub Swanson x Marlon Moraes

Como já era esperado, o duelo começou tenso com ambos se estudando no inicio. Com o passar do tempo, Ortega atacava com Jabs, enquanto Swanson respondia com chutes. Em uma boa sequência, Cub Swanson desferiu um forte cruzado, seguido de um direto e um chute. Na reta final do round, Brian Ortega ainda em pé encaixou um forte triangulo de mão, no qual o levou para o solo. Apesar de passar por apuros, Swanson foi “salvo” pelo gongo”.

Na volta para o segundo round, Cub Swanson encaixou bons diretos de direita em Ortega, que buscava responder com cruzado e jabs. Faltando um pouco mais de dois minutos para o final do round, Ortega levou o combate para grande. No clinche, Brian encaixou uma forte guilhotina levando Cub Swanson à desistência.

Final de luta, Ortega é declarado vencedor por finalização no segundo round.

Confira os resultados do UFC Fight Night 123

Card Principal
Peso pena: Brian Ortega venceu Cub Swanson por finalização aos 3m22s do segundo round
Peso pena: Gabriel Benítez venceu Jason Knight por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27)
Peso galo: Marlon Moraes venceu Aljamain Sterling por nocaute aos 1m7s do primeiro round
Peso leve:  Scott Holtzman derrotou Darrell Horcher por decisão unanime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)
Peso médio: Eryk Anders derrotou Markus Maluko por decisão unânime (30-26, 30-25, 29-28)
Peso galo: Benito Lopez derrotou Albert Morales por decisão unanime (30-27,29-28,29-28)

Card Preliminar
Peso mosca: Alexis Davis derrotou Liz Carmouche por decisão dividida (29-28, 29-28, 29-28)
Peso galo:  Andre Soukhamthath derrotou Luke Sanders por nocaute técnico aos 1:06 do segundo round
Peso galo:  Alex Perez derrotou Carl John de Tomas por finalização (D’arce Choke) aos 1:54 do segundo round
Peso galo: Frankie Saenz derrotou Merab Dvalishvili por decisão dividida (29-28, 29-28, 29-28)
Peso galo: Alejandro Perez derrotou Iuri Marajó por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-27)
Peso leve: Davi Ramos derrotou Chris Gruetzemacher por finalização (mata-leão) aos 0:50 do terceiro round
Peso médio: Trevin Giles derrotou Antônio Braga Neto por nocaute técnico (socos) aos 2:27 do terceiro round

Swanson elogia performance de Holloway no UFC 218: “Brincou com o ego do José Aldo”

Há poucos dias de enfrentar Brian Ortega na luta principal do UFC Fight Night 123, o americano Cub Swanson comentou o recente combate envolvendo o cinturão dos penas no UFC 218 entre José Aldo e Max Holloway. Para o peso-pena, Holloway o surpreendeu com sua inteligência no duelo.

“Acho que foi uma grande performance. Sempre soube que o Holloway era forte e tinha grande preparo físico, mas posso dizer que subestimei a inteligência dele como lutador. Ele é muito esperto. Ele entrou lá e brincou com o ego do José Aldo. Acho que o Aldo estava melhor do que esteve na primeira luta, mas ele seguiu com a mesma fraqueza: cair em provocações. O Holloway provocou muito o Aldo, e ele ficou frustrado. Quando o José Aldo teve uma chance, ele gastou todo o gás para terminar a luta com o Holloway. E do mesmo jeito que na primeira luta, o Holloway o venceu no mesmo round, do mesmo jeito, como uma máquina. Tiro o chapéu para ele por isso”.

Leia também: Segundo site, Ronda Rousey deverá migrar para WWE
Treinador acredita em inocência de Spider

Cub Swanson também afirmou que pretende fazer uma revanche com José Aldo somente após ganhar o cinturão. Lembrando que no primeiro encontro o brasileiro o derrotou nocaute técnico no WEC 41 em 2009.

Atualmente no UFC, Swanson vêm embalado com uma sequência de quatro vitórias consecutivas, sendo a mais recente sobre o irlandês Artem Lobov por decisão unânime no UFC Fight Night 108.

José Aldo revela prazo máximo para retorno e aponta possível adversário

José Aldo revela prazo máximo para retorno e aponta possível adversário 1
Foto: Getty Images.

Após ser derrotado por Max Holloway no UFC Rio 8 (UFC 212), o ex-campeão da divisão dos penas andou um pouco afastado dos holofotes da imprensa especializada em MMA, mas agora, José Aldo tem sido visto com mais frequência pelos jornalista, muito em virtude da inauguração de seu novo empreendimento no Rio de Janeiro.

No evento de abertura de sua hamburgueria, houve espaço para a imprensa conversar com o atleta, onde o ‘Combate.com’ conseguiu arrancar do lutador da Kimura Nova União o prazo máximo para o seu retorno, e o nome de um possível adversário para essa nova fase dentro do UFC. Aldo contou que deve voltar até novembro e que Cub Swanson pode ser o seu próximo adversário.

– Acho que tira um peso, sim, a gente pode chegar lá e se arriscar bastante, como sempre foi. Eu sempre respeitei todos os atletas, mas agora a gente volta a ser franco-atirador de novo, podemos fazer grande lutas, empolgantes, eu acho que os fãs esperam isso de mim. Quero voltar o mais rápido. Eu pedi para lutar de novo no máximo até novembro, porque nos últimos anos fiquei muito tempo sem lutar, e acho que isso me prejudicou bastante, mas a gente já está conversando com eles para que até novembro a gente possa voltar. Acho que a gente vai conforme o ranking mesmo. Acho que o Cub é um grande oponente que a gente pode lutar agora, para que a gente possa retomar o caminho das vitórias – Contou o ex-campeão do peso pena.

Mesmo com a última derrota, José Aldo é o primeiro colocado no ranking da divisão dos leves, por sua vez Cub Swanson ocupa a quarta colocação da categoria, que tem como campeão Max Holloway.

José Aldo Jr. atualmente está com 30 anos de idade, mesmo sendo um atleta oriundo do Jiu-Jitsu (onde é faixa preta), hoje é um dos maiores lutadores da história do MMA. Em seu cartel como lutador profissional das artes márcias mistas é de 26 vitórias (tendo um período de dez anos invicto) e 3 derrotas.

UFC Nashville – Performances: Moreno, Mike Perry, Lobov e Swanson faturam bônus da noite

UFC Nashville - Performances: Moreno, Mike Perry, Lobov e Swanson faturam bônus da noite 2
Imagem: Getty Images

Ontem (22) foi realizado o UFC Fight Night 108 na Bridgestone Arena em Nashville, Tennesse no Estados Unidos. Após o evento, o Ultimate divulgou os premiados com a quantia de 50 mil dólares. Como prêmio de performance, Brandon Moreno e Mike Perry levaram a melhor, enquanto à “luta da noite”, ficou para Cub Swanson e Artem Lobov.

Na sexta luta do card preliminar, a promessa mexicana Brandon Moreno, mais uma vez encantou os fãs. O peso mosca, no segundo round, depois depois um forte chute alto em Dustin Ortiz foi para as costas e encaixou um mata leão levando o americano a desistência. Essa foi a terceira vitória consecutiva de Moreno no UFC.

Abrindo o card principal, Mike Perry não tomou conhecimento de Jake Ellenberger ao nocautear o mesmo com um nocaute avassalador no segundo round. Agora, o americano se recupera do revés sofrido diante Alan Jouban no UFC on Fox 22.

A “luta da noite” ficou para Cub Swanson e Artem Lobov O americano e o russo protagonizaram um combate movimentado de cinco rounds, onde Swanson levou a melhor na decisão unânime.

CONFIRA OS RESULTADOS DO UFC FIGHT NIGHT 108 

UFC Nashville: Cub Swanson vence Artem Lobov na decisão unânime

UFC Nashville: Cub Swanson vence Artem Lobov na decisão unânime 3
Imagem: Getty Images

Na luta principal do UFC Fight Night 109, o americano Cub Swanson enfrentou o russo Artem Lobov pela categoria dos penas.

A luta: Combate se iniciou com os dois buscando a melhor posição no clinche, onde Lobov levou a melhor, e colocou o americano no chão, porém, Swanson foi rápido e logo se recuperou. Os dois minutos finais foram bem parelho, com ambos trocando duros golpes.

O segundo round se iniciou com Cub Swanson buscando mais as ações do combate, enquanto Lobov buscava o contragolpe. Faltando um pouco mais de dois minutos para o final do round, os dois voltaram para o clinche, onde logo Swanson conseguiu com sucesso colocar o russo no chão, e logo em seguida já foi para as costas onde logo tentou encaixar uma mata leão, mas sem êxito.

No terceiro round Swanson voltou novamente melhor. O americano voltou acertar bons golpes. Com um pouco mais de dois minutos Cub Swanson acertou um bom chute rodado que deixou Lobov atordoado. Na reta final do round Swanson voltou acertar bons chutes altos e fortes diretos e cruzados.

Na volta para o quarto round, Artem Lobov voltou mais ativo e pressionando Cub Swanson, que logo em seguida revidou com uma forte cotovelada. Na reta final, ambos se mostraram bastante cansados, entretanto, o americano novamente voltou acertar os melhores golpes.

No último round, o duelo continuou na trocação franca. Apesar de Artem Lobov tentar a queda em alguns momentos, o americano soube defender e voltar para o combate em pé. Com o resultado parcial, Cub Swanson apenas administrou na reta final do combate.

Final de luta, Cub Swanson é declarado vencedor na decisão unânime. O americano emplacou a quarta vitória consecutiva na carreira, enquanto Lobov, interrompeu

RESULTADOS UFC FIGHT NIGHT 109

UFC Nashville – Resultados: Cub Swanson x Artem Lobov

UFC Nashville - Resultados: Cub Swanson x Artem Lobov 4
Imagem: Getty Images

O UFC Fight Night 109 está sendo realizado na Bridgestone Arena em Nashville, Tennesse nos Estados Unidos. Na luta principal, Cub Swanson enfrenta Artem Lobov pela categoria dos penas.

O evento contra com a participação de dois brasileiros. O peso médio Thales Leite enfrenta o americano Sam Alvey no card preliminar. No card principal, Marcos Pezão buscará o triunfo diante Ovince Sant Preux pela categoria meio pesado.

RESULTADOS EM TEMPO REAL: 

CARD PRINCIPAL
Peso-pena: Cub Swanson venceu Artem Lobov na decisão unânime (49-46, 49-46, 50-45)
Peso-leve: Al Iaquinta venceu Diego Sanchez por nocaute aos 1m38s do primeiro round
Peso-meio-pesado: Ovince Saint Preux venceu Marcos Pezão por finalização aos 2m11s do segundo round
Peso-galo: John Dodson venceu Eddie Wineland na decisão unânime (29-28,30-27,30-27)
Peso-leve: Stevie Ray venceu Joe Lauzon na decisão majoritária (28-27, 29-27, 28-28)
Peso-meio-médio: Mike Perry venceu Jake Ellenberger oor nocaute aos 1m5s do sefundo round.
CARD PRELIMINAR 
Peso-médio: Thales Leites venceu Sam Alvey na decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Peso-mosca: Brandon Moreno venceu Dustin Ortiz por finalização aos 4m6s do segundo round
Peso-leve: Scott Holtzman venceu Michael McBride na decisão unânime (30-27, 30-27, 30-26)
Peso-palha: Danielle Taylor venceu Jessica Penne na decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-galo: Alexis Davis venceu Cindy Dandois na decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Peso-meio-médio: Bryan Barberena venceu Joe Proctor por nocaute técnico aos 3m30s do primeiro round
Peso-mosca: Hector Sandoval venceu Matt Schnell por nocaute técnico aos 4m24s do primeiro round

Jhenny Andrade e Amanda Nunes faturam “Oscar do MMA”

Jhenny Andrade e Amanda Nunes faturam "Oscar do MMA" 5
(Imagem: Evelyn Rodrigues| Combate)

Foi realizado na noite de ontem, em Las Vegas, mais uma edição do World MMA Awards. Desta vez, elegendo os destaques de 2016.

A brasileira Jhenny Andrade, conseguiu um prêmio inédito para o Brasil. A musa desbancou nomes como Arianny Celeste e Brittney Palmer e levou para casa pela primeira vez o prêmio de “Ring Girl” do ano.

Outra premiada foi a brasileira Amanda Nunes. A baiana venceu na categoria de Melhor lutadora. Apesar de não poder comparecer ao evento, a campeã dos galos enviou um vídeo agradecendo aos votos.

Como já era esperado, Conor McGregor foi o mais votado como o “lutador do ano”. O irlandês estava concorrendo contra Stipe Miocic, Donald Cerrone, Michael Bisping e Cody Garbrandt. Vale lembrar que o falastrão conseguiu o inédio feito de possuir dois cinturões do ultimate ao mesmo tempo, após vencer Eddie Alvarez no UFC 205.

Confira a lista completa com os premiados: 

Lutador do ano
Michael Bisping
Donald Cerrone
Cody Garbrandt
Conor McGregor
Stipe Miocic

Lutadora do ano
Cris Cyborg
Angela Hill
Joanna Jedrzejczyk
Angela Lee
Amanda Nunes

Lutador revelação do ano
Yair Rodriguez
Cody Garbrandt
Doo Ho Choi
Derrick Lewis
Michael Page

Lutador internacional do ano
Michael Bisping
Joanna Jedrzejczyk
Conor McGregor
Gegard Mousasi
Khabib Nurmagomedov

Luta do ano
Robbie Lawler x Carlos Condit (UFC 195)
Cub Swanson x Choo Ho Choi (UFC 206)
Michael Bisping x Anderson Silva (UFC 84)
Conor McGregor x Nate Diaz 2 (UFC 202)
Michael Chandler x Benson Henderson (Bellator 165)

Nocaute do ano
Anthony Johnson (contra Glover Teixeira, UFC 202)
Landon Vannata (contra John Makdessi, UFC 206)
Michael Page (contra Cyborg Santos, Bellator 158)
Yair Rodriguez (contra Andre Fili, UFC 197)
Michael Chandler (contra Pitbull Freire, Bellator 157)

Finalização do ano
Ben Rothwell (contra Josh Barnett, UFC on FOX 18)
Nate Diaz (contra Conor McGregor, UFC 196)
Miesha Tate (contra Holly Holm, UFC 196)
MacKenzie Dern (contra Montana Stewart, Legacy 61)
Thiago Moises (contra David Catillo, RFA 35)

Retorno/reação do ano
Michael Bisping (contra Anderson Silva, UFN 84)
Nate Diaz (contra Conor McGregor, UFC 196)
Dan Henderson (contra Hector Lombard, UFC 199)
Miesha Tate (contra Holly Holm, UFC 196)
Dominick Cruz (carreira)

Zebra do ano
Michael Bisping (contra Luke Rockhold, UFC 199)

Bryan Barberna (contra Warlley Alves, UFC on FOX 18)
Joe Taimanglo (contra Darrion Caldwell, Bellator 159)
Brandon Moreno (contra Louis Smolka, UFN 96)
Zac Riley (contra Hugo Wolverine, RFA 34)

Treinador do ano
Jason Parillo
Din Thomas
John Kavanagh
Marcus Marinelli
Greg Jackson

Preparador do ano
Jake Bonacci
Mike Dolce
Lawrence Herrera
Loren Landow
George Lockhart

Academia do ano
American Top Team
SBG Ireland
Jackson-Wink Arena
American Kickboxing Academy
Team Alpha Male

Árbitro do ano
Marc Goddard
Herb Dean
John McCarthy
Yves Lavigne
Leon Roberts

Ring Girl do ano
Arianny Celeste
Brittney Palmer
Mercedes Terrell
Carly Baker
Jhenny Andrade

Dirigente do ano
Dana White

Scott Coker
Victor Cui
Marc Ratner
Jeff Novitzky

Organização do ano
UFC
Bellator MMA
One Championship
KSW
Legacy

UFC Nashville: Cub Swanson enfrenta Artem Lobov na luta principal

UFC Nashville: Cub Swanson enfrenta Artem Lobov na luta principal 6
Imagem: Getty Images

O UFC anunciou na noite de ontem (11) o confronto principal do UFC Fight Night 108. O duelo será na categoria dos penas, entre o americano Cub Swanson e o irlandês Artem Lobov.

O americano Cub Swanson vive um bom momento dentro da organização. Já são três vitórias consecutivas, sobre, Hacran Dias, Tatsuya Kawajiri e mais recentemente, derrotou o sul coreano Doo Ho Choi no UFC 206.

Apesar de um cartel com 12 vitórias e 11 derrotas, Artem Lobov vêm de dois triunfos consecutivos. O irlandês venceu Chris Avila e por último, derrotou Teruto Ishihara, no UFC Fight Night 99.

Mais dois combates foi adicionado no card. Na luta co-principal, Diego Sanchez encara Al Iaquinta pela categoria dos leves. O brasileiro Thales Leite irá enfrentar o americano Sam Alvey pela categoria dos médios.

O UFC Fight Night 108 será realizado em Nashville no dia 22 de abril.

CARD DO EVENTO – até o momento
Peso-pena: Cub Swanson x Artem Lobov
Peso-leve: Al Iaquinta x Diego Sanchez
Peso-médio: Thales Leites x Sam Alvey
Peso-mosca: Dustin Ortiz x Brandon Moreno