Lutador do UFC é condenado a 22 meses de prisão

Segundo informações da Australian Associated Press, o peso-pesado do UFC, Ben Sosoli foi condenado a 22 meses de prisão após agredir um homem no lado externo de um bar, em Melbourne, na Austrália.

Segundo informou ainda a agência de notícias, o caso ocorreu em setembro de 2019. Sosoli trabalhava de segurança em um bar e agrediu um homem após o mesmo ter sua entrada proibida no local e fugir por duas vezes dos seguranças. Ben Sosoli empurrou o homem e acertou um soco, onde acabou resultando em uma fratura no queixo.

O atleta teria sido dispensado do Ultimate, porém, até o momento a organização ainda não se pronunciou oficialmente.

Ouça nosso podcast – Spotify | Deezer | Itunes

Sosoli deverá cumprir 11 meses de prisão, para poder requerer a liberdade condicional. O lutador se declarou culpado pelo ocorrido.

O australiano possui na carreira 7 vitórias, três derrotas e duas lutas “sem resultado”. Sosoli ganhou uma vaga no UFC depois de se apresentar no Contender Series.

As duas lutas no “reality show” terminaram sem resultado. A primeira contra Dustin Joynson foi em decorrência de um dedo no olho, enquanto a contra Greg Hardy, que apesar de vencer a luta na ocasião, teve o resultado da luta convertido depois de Hardy usar uma bombinha de asma no intervalo dos rounds.

Veja nossas últimas notícias