Autor: Diego Vasconcelos

18 anos, pseudo-jornalista e fã de MMA desde que Lyoto Machida destruiu Rashad Evans.

UFC anuncia as primeiras lutas do card em Brasília

No decorrer desta semana, o UFC confirmou que irá realizar o seu primeiro evento no Brasil em 2020 na capital Brasília. O evento será realizado no dia 14 de março, no Ginásio Nilson Nelson. O ultimate também acertou 3 combate para o evento, são eles: Amanda Ribas x Paige VanZant, Antônio Cara de Sapato x Brad Tavares e Carlos Boi x Jeff Hughes.

Amanda Ribas irá para a sua terceira luta no UFC. A brasileira vêm de duas vitórias consecutivas diante de Emily Whitmire e Mackenzie Dern, vitórias que a colocaram no top 15 da categoria. Sua adversária será a badalada Paige VanZant, queridinha do ultimate, ela vêm de vitória diante de Rachel Ostovich.

No peso-médio, Cara de Sapato irá em busca de recuperação, o brasileiro vinha de 5 vitórias consecutivas e se aproximava do top 5 da divisão até ser vencido por Ian Heinisch e Uriah Hall respectivamente. Já o havaiano Brad Tavares também vêm de duas derrotas, a primeira para o campeão Israel Adesanya, e a última sofreu um atropelo da promessa Edmen Shahbazyan.

No peso-pesado, Carlos Boi irá estrear no UFC. Com um cartel de 8 vitórias em 8 lutas, ele irá enfrentar o americano Jeff Hughes, que ainda não venceu em 3 lutas dentro do UFC.

Curtinha: Herbert Burns tem estreia marcada no UFC

O Brasil tem um novo representante no UFC. Após ser contratado pelo ultimate em agosto, o peso-pena brasileiro Herbert Burns deve estrear diante do americano Nate Landwehr em evento ainda sem data, provavelmente em janeiro de 2020. A informação foi confirmada pelo portal “AG Fight”.

“The Blaze” Herbert Burns tem 31 anos e é irmão do também lutador do UFC, Gilbert Durinho. Ele lutou durante anos no ONE Championship e recentemente teve duas vitórias no Titan FC. Em seu último combate, finalizou Darrick Minner no Dana White Contender Series.

O americano Nate Landwerh também tem 31 anos. Com um cartel de 13 vitórias e 2 derrotas, ele foi recentemente campeão do M-1 Global, tendo protagonizado uma das melhores lutas do ano em combate com o russo Viktor Kolesnik, em junho.

UFC Singapura: Demian Maia apaga Ben Askren com um mata-leão

O UFC viajou até a Ásia e pousou em Singapura na manhã deste sábado (26). A organização sediou o evento no Singapore Indoor Stadium, na cidade de Kallang. A luta principal foi um prato cheio para os amantes de luta agarrada, o brasileiro faixa-preta de jiu-jitsu Demian Maia enfrentou o wrestler americano Ben Askren e venceu por finalização no terceiro round. Confira como foi a luta:

Demian começou o combate investindo na troca de golpes e conseguiu ser bem sucedido. Mais técnico e certeiro, conseguia conectar bons golpes no rosto do americano, que apenas tentava derrubar, sem sucesso. No segundo round, a luta seguiu a mesma tônica, com a diferença de que o americano conseguiu quedar, porém o brasileiro conseguia raspar e obter superioridade. No terceiro round, o americano derrubou, o brasileiro raspou e foi para as costas, conseguindo encaixar um justo mata-leão e apagando o americano.

Foi a terceira vitória consecutivas de Demian Maia, que aos 41 anos de idade, chega a marca de 22 vitórias na organização e é o segundo mais vitorioso, atrás apenas do americano Donald Cerrone. Já Ben Askren amarga a segunda derrota consecutiva na carreira.

Confira os resultados completos:

CARD PRINCIPAL
Demian Maia vence Ben Askren por finalização aos 3m54s do R3
Stevie Ray vence Michael Johnson por decisão majoritária (29-28, 29-28, 28-28)
Beneil Dariush vence Frank Camacho por finalização aos 2m02s do R1
Ciryl Gane venceu Don’Tale Mayes por finalização aos 4m46s do R3
Muslim Salikhov vence Laureano Staropoli por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-28)
CARD PRELIMINAR
Randa Markos vence Ashley Yoder por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Rafael Fiziev vence Alex White por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)
Movsar Evloev venceu Enrique Barzola por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Sergei Pavlovich venceu Maurice Greene por nocaute técnico aos 2m11s do R1
Loma Lookboonmee venceu Alexandra Albu por decisão dividida (30-27, 28-29, 30-27)
Raphael Bebezão venceu Jeff Hughes por decisão unânime (30-27)

José Aldo desce para os galos e enfrenta Marlon Moraes no UFC 245

Agora é oficial! Após afirmar várias vezes que desceria de categoria, o brasileiro José Aldo teve seu primeiro duelo na categoria dos galos agendado. Ele enfrenta o compatriota Marlon Moraes no UFC 245, no dia 14 de dezembro, em Las Vegas. O Combate.com confirmou o acerto da luta.

José Aldo irá descer de categoria em busca de novos ares. Ex-campeão peso-pena e um dos maiores da história, o manauara vêm uma gangorra de resultados desde que perdeu seu cinturão. Em seu último combate foi derrotado por Alexander Volkanovski em pleno Rio de Janeiro.

Marlon Moraes busca se recuperar de derrota sofrida em disputa de cinturão. Ele enfrentou o campeão Henry Cejudo e acabou nocauteado no terceiro round. A última vitória de Marlon foi sobre Raphael Assunção no UFC Fortaleza.

Além desse combate, o UFC também anunciou outro duelo importante na categoria entre Urijah Faber e Petr Yan.

UFC 245

14 de dezembro, em Las Vegas (EUA)
CARD PROVISÓRIO DO EVENTO:
Peso-meio-médio: Kamaru Usman x Colby Covington
Peso-pena: Max Holloway x Alexander Volkanovski
Peso-galo: Amanda Nunes x Germaine de Randamie
Peso-galo: José Aldo x Marlon Moraes
Peso-mosca: Jessica Eye x Vivi Araújo
Peso-meio-médio: Matt Brown x Ben Saunders
Peso-mosca: Kai-Kara France x Brandon Moreno
Peso-médio: Punahele Soriano x Oskar Piechota
Peso-galo: Irene Aldana x Ketlen Vieira
Peso-galo: Urijah Faber x Petr Yan

UFC Boston: Dominick Reyes atropela Chris Weidman no primeiro round

O UFC realizou mais um edição, desta vez na cidade de Boston nos Estados Unidos. O evento foi realizado no antológico TD Garden e contou com um duelo explosivo na luta principal. O ex-campeão dos médios Chris Weidman subiu de categoria e não se deu bem diante de Dominick Reyes. O card não contou com brasileiros.

A luta começou com Weidman tentando derrubando Reyes, que logo se levantou com ajuda da grade. Assim que os dois se desgrudaram, Weidman partiu com tudo pra cima e tomou um cruzado que o levou ao chão, Reyes só precisou martelar duas vezes par decretar o nocaute. Vitória de Dominick Reyes!

Após o fim da luta, Reyes desafiou o campeão Jon Jones e deve ser o próximo da fila. Já Weidman amarga a segunda derrota consecutiva e está em situação delicada na carreira com 5 derrotas nas últimas 6 lutas.

Na penúltima luta da noite, Yair Rodriguez deu show e venceu Jeremy Stephens por decisão unânime. O mexicano abusou de seus chutes rodados e malabarísticos para magoar o americano e quase chegou a um nocaute no segundo round. No fim, Yair venceu e se aproximou do topo da categoria dos pesos-penas.

Confira os resultados completos do UFC Boston:

CARD PRINCIPAL:
Dominick Reyes venceu Chris Weidman por nocaute a 1m43s do R1
Yair Rodríguez venceu Jeremy Stephens por decisão unânime (29-28)
Greg Hardy x Ben Sosoli terminou em No Contest
Joe Lauzon venceu Jonathan Pearce por nocaute técnico a 1m33s do R1
Maycee Barber venceu Gillian Robertson por nocaute técnico aos 3m04s do R1
Darren Stewart venceu Deron Winn por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
CARD PRELIMINAR:
Charles Rosa venceu Manny Bermudez por finalização aos 2m46s do R1
Molly McCann venceu Diana Belbita por decisão unânime (30-26)
Sean Woodson venceu Kyle Bochniak por decisão unânime (30-26, 30-27, 30-27)
Randy Costa venceu Boston Salmon por nocaute técnico aos 2m15s do R1
Sean Brady venceu Court McGee por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27)
Brendan Allen venceu Kevin Holland por finalização aos 3m38s do R2
Tanner Boser venceu Daniel Spitz por decisão unânime (30-27)

UFC Tampa: Kron Gracie mostra resistência mas é derrotado por Cub Swanson

O UFC realizou mais um edição na noite deste sábado (12), o palco da vez foi a cidade de Tampa, na Flórida. Na penúltima luta da noite, o brasileiro Kron Gracie foi derrotado por Cub Swanson por decisão unânime. O brasileiro aguentou muitos golpes, mas não conseguiu usar sua principal arma.

A luta começou com Swanson se movimentando e conectando vários jabs para manter a distância. Sempre que tentava se aproximar, Kron Gracie era atingido no rosto e no corpo. Essa foi a tônica dos dois round seguintes, com Swanson conectando os golpes e Kron não conseguindo se aproximar o suficiente para derrubar o americano. No fim do combate, Cub Swanson foi anunciado vencedor por decisão unânime!

Essa foi a primeira derrota da carreira de Kron Gracie, que também conta com cinco vitórias. Já Cub Swanson se recupera de uma sequência negativa de quatro derrotas.

UFC 243: Israel Adesanya nocauteia Robert Whittaker e é o novo campeão peso-médio

Na noite deste sábado (05), o UFC desembarcou novamente em Melbourne, na Austrália. O Marvel Stadium, que em 2015 foi palco da histórica vitória de Holly Holm sobre Ronda Rousey, mais uma vez viu a história ser escrita. O até então campeão peso-médio Robert Whittaker subiu ao octógono do UFC 243 para enfrentar o desafiante Israel Adesanya e acabou sucumbindo aos punhos do rival.

Whittaker começou tomando as ações da luta, batendo e saindo com velocidade, enquanto Adesanya ficava na base do contragolpe. Com o primeiro round praticamente vencido, Whittaker foi supreendido por um direto de Adesanya que levou o campeão a lona no momento em que o round acabou.

No segundo round, Whittaker continuava com a mesma estratégia, mas o nigeriano encaixou novamente um direto que levou Whittaker ao nocaute. Vitória de Adesanya, que agora é o novo campeão mundial peso-médio.

Ao fim do combate, o nigeriano ainda aproveitou para provocar o brasileiro Paulo Borrachinha, que deve vir a ser seu próximo oponente:

Você sabe quem é o próximo. Vou pegar um animal inflado. Paulo Borrachinha, eu vou acabar com você. Ele está falando muita besteira. Acreditem em mim, eu vou acabar com esse cara

Confira os resultados completos do UFC 243:

CARD PRINCIPAL
Israel Adesanya venceu Robert Whittaker por nocaute aos 3m33s do R2
Dan Hooker venceu Al Iaquinta por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)
Sergey Spivak venceu Tai Tuivasa por finalização aos 3m14s do R2
Dhiego Lima venceu Luke Jumeau por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Yorgan DeCastro venceu Justin Tafa por nocaute aos 2m10s do R1
CARD PRELIMINAR
Jake Matthews venceu Rostem Akman por decisão unânime (triplo 30-27)
Callan Potter venceu Maki Pitolo por decisão unânime (triplo 29-28)
Brad Riddell venceu Jamie Mullarkey por decisão unânime (29-27, 30-26 e 30-26)
Megan Anderson venceu Zarah Fairn dos Santos por finalização aos 3m57s do R1
Ji Yeon Kim venceu Nadia Kassem por nocaute técnico aos 4m59s do R2
Khalid Taha venceu Bruno Bulldoguinho por finalização aos 3m do R3

Sheymon Moraes é demitido do UFC

O lutador brasileiro Sheymon Moraes não é mais atleta do UFC. O atleta divulgou em suas próprias redes socias que foi dispensado pela organização. O atleta se despede do UFC com um cartel de 2 vitóias e 3 derrotas.

Com um cartel de 11 vitórias e 4 derrotas, Sheymon venceu apenas duas vezes no ultimate diante de Matt Sayles e Julio Arce e foi derrotado por Zabit Magomedsharipov, Sodiq Yusuff e Andre Fili. Antes do UFC, ele chegou a disputar o cinturão do WSOF mas acabou derrotado por Marlon Moraes.

Bellator 228: Patrício Pitbull vence Juan Archuleta com tranquilidade

O Bellator realizou sua edição de número 228 neste sábado (28), em Inglewood, na Califórnia. O evento contou com o duelo entre Lyoto Machida e Gegard Mousasi e a luta entre Patrício Pitbull e Juan Archuleta que além de ser mais uma defesa de cinturão do brasileiro, também foi válida pelo GP dos pesos-penas.

Na penúltima luta da noite, o potiguar Patrício Pitbull defendeu seu cinturão diante do espanhol Juan Archuleta em luta válida pelo GP dos pesos-penas. A luta foi dominada do começo ao fim pelo brasileiro, que foi mais técnico em pé e conseguiu controlar o adversário na grade. Ao fim do combate, Pitbull foi anunciado vencedor por decisão unânime.

Na luta principal, Lyoto Machida enfrentou Gegard Mousasi e não conseguiu vencer a revanche. O holandês foi superior nos dois primeiros rounds, conectando a maioria dos golpes e sendo mais efetivo que o brasileiro. No terceiro round, Lyoto conseguiu acertar alguns golpes e ainda arriscou uma guilhotina, mas não foi o suficiente. Ao fim do combate, Gegard Mousasi foi anunciado vencedor por decisão dividida.

Confira os resultados completos:

CARD PRINCIPAL:
Gegard Mousasi venceu Lyoto Machida por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-27)
Patrício Pitbull venceu Juan Archuleta por decisão unânime (49-46, 50-45, 49-46)
AJ McKee venceu Georgi Karakhanyan por nocaute técnico aos 8s do R1
Darrion Caldwell venceu Henry Corrales por decisão unânime (29-27, 30-27, 30-27)
Daniel Weichel venceu Saul Rogers por decisão unânime (29-28, 30-27, 29-28)
CARD PRELIMINAR:
AJ Agazarm venceu Jonathan Quiroz por decisão unânime (triplo 29-28)
Ava Knight venceu Shannon Goughary por nocaute a 1m46s do R3
Antonio McKee venceu William Sriyapal por nocaute técnico a 1m17s do R2
Johnny Cisneros venceu Michael Jasper por nocaute técnico aos 4m28s do R2
Leandro Higo venceu Shawn Bunch por finalização aos 4m34s do R2
Weber Almeida venceu Castle Williams por nocaute técnico aos 20s do R2
Joshua Jones venceu Dominic Clark por finalização aos 2m39s do R1
James Barnes venceu David Duran por finalização a 1m51s do R2

UFC Dinamarca: Jared Cannonier nocauteia Hermansson e cala torcida dinamarquesa

Na tarde deste sábado, o UFC desembarcou pela primeira vez na Dinamarca, mais especificamente na capital Copenhagen. O evento trouxe em sua luta principal o duelo na categoria dos médios entre Jack Hermansson e Jared Cannonier. Os brasileiros Alex Cowboy e Gilbert Durinho também estiveram no card.

Jared Cannonier x Jack Hermansson

A luta principal foi um confronto de estilos. Assim que iniciou o combate, Hermansson já tentou colocar pra baixo, tendo pouco sucesso. Aos poucos, Cannonier ia conseguindo escapar dos botes do sueco. O segundo round começou com Cannonier explodindo e conseguindo um nocaute técnico com 27 segundos. Vitória do americano, que se aproxima de uma disputa de cinturão!

Brasileiros no card

Na abertura do card principal, Alex Cowboy enfrentou o lutador da casa, Nicolas Dalby. O brasileiro até começou bem, mas cometeu erros fatais e acabou sendo derrotado por decisão unânime. Foi a terceira derrota consecutivas de Cowboy.

Já Gilbert Durinho enfrentou um adversário bem posicionado no ranking e se saiu bem. Conseguindo conectar os melhores golpes e sendo mais efetivo na luta agarrada, Durinho venceu por decisão unânime e conquistou sua quarta vitória consecutiva.

Confira os resultados completos:

CARD PRINCIPAL:
Jared Cannonier venceu Jack Hermansson por nocaute técnico aos 27s do R2
Mark Madsen venceu Danilo Belluardo por nocaute técnico a 1m12s do R1
Gilbert Durinho venceu Gunnar Nelson por decisão unânime (triplo 29-28)
Ion Cutelaba venceu Khalil Rountree por nocaute técnico aos 2m35s do R1
Ovince St.Preux venceu Michal Oleksiejczuk por finalização aos 2m14s do R2
Nicolas Dalby venceu Alex Cowboy por decisão unânime (triplo 29-28)
CARD PRELIMINAR:
John Phillips venceu Alen Amedovski por nocaute aos 14s do R1
Makhmud Muradov venceu Alessio di Chirico por decisão unânime (triplo 29-28)
Ismail Naurdiev venceu Siyar Bahadurzada por decisão unânime (30-26, 30-25 e 30-25)
Giga Chikadze venceu Brandon Davis por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Lina Lansberg venceu Macy Chiasson por decisão unânime (29-27, 29-27 e 29-28)
Marc Diakiese venceu Lando Vannata por decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-26)
Jack Shore venceu Nohelin Hernandez por finalização aos 2m51s do R3

Vicente Luque enfrenta Stephen Thompson no UFC 244

O card estrelado do UFC 244 ganhou mais um combate que promete muita violência. Na categoria dos meio-médios, o brasileiro Vicente Luque enfrenta o americano Stephen Thompson, no dia 2 de novembro, no Madison Square Garden. O “Combate” confirmou a notícia.

Vindo de seis vitórias consecutivas, Luque vai em busca de invadir o top 10. Em seu último combate, venceu Mike Perry em uma luta alucinante no UFC Uruguai.

Stephen Thompson atravessa fase ruim. Recentemente ele vem de duas derrotas para Darren Till e Anthony Pettis. Se vencer, pode voltar ao bolo de desafiantes do top 5.

UFC 244
2 de novembro, em Nova York (EUA)

CARD DO EVENTO (até o momento):
Peso-meio-médio: Nate Diaz x Jorge Masvidal
Peso-médio: Kelvin Gastelum x Darren Till
Peso-meio-médio: Stephen Thompson x Vicente Luque
Peso-meio-pesado: Corey Anderson x Johnny Walker
Peso-pesado: Derrick Lewis x Blagoy Ivanov
Peso-mosca: Katlyn Chookagian x Jennifer Maia
Peso-médio: Krzysztof Jotko x Edmen Shahbazyan
Peso-meio-médio: Lyman Good x Chance Rencountre
Peso-pena: Julio Arce x Hakeem Dawodu

Foto: Getty Images

Jorge Masvidal enfrenta Nate Diaz na luta principal do UFC 244

Em entrevista recente a “ESPN”, o presidente do UFC, Dana White, confirmou a luta principal da edição 244, que será realizada em 2 de novembro em Nova York. Se trata de um duelo na categoria dos meio-médios entre Jorge Masvidal e Nate Diaz.

– É A LUTA QUE OS FÃS QUERIAM VER. NATE DIAZ PEDIU POR MASVIDAL DEPOIS QUE VENCEU ANTHONY PETTIS. TODO MUNDO FICOU FALANDO DISSO DEPOIS, ME MANDANDO MENSAGENS NAS MÍDIAS SOCIAIS PEDINDO POR ESSE COMBATE. AGORA O ACORDO ESTÁ FEITO. VOU COLOCAR UM CINTURÃO PARA ESSES DOIS, O CINTURÃO DO “CARA MAIS CASCA-GROSSA”

Aos 34 anos, Jorge Masvidal pode se aproximar de uma disputa de cinturão em caso de vitória. Atualmente ele vem de dois nocautes brutais diante de Darren Till e de Ben Askren, o último em apenas 5 segundos.

O polêmico Nate Diaz também pode se aproximar do cinturão em caso de vitória. Em seu último combate ele dominou completamente Anthony Pettis e venceu por decisão unânime.

Foto: Montagem – LowKick.com
Cris Cyborg defendeu Werdum e relembrou omissão do UFC

Cris Cyborg assina com o Bellator

Através de sua conta no Twitter, Scott Coker, presidente do Bellator, anunciou aquela que para ele é o “maior contrato da história do MMA Feminino”, Cristiane Justino, a Cris Cyborg, é a mais nova lutadora do segundo maior evento de MMA do mundo. A lutadora rompeu recentemente com o UFC e já está de casa nova.

– Estou muito empolgada de anunciar a parceria com Scott Coker e Viacom para lutar no Bellator. Vocês sabem que têm muitas garotas que eu quero lutar no peso-pena e isso significa ter muitas lutas por ano. Estou muito feliz por isso – declarou Cyborg.

Cris Cyborg é uma das maiores lutadoras de todos os tempos. A curitibana coleciona os cinturões peso-pena do Strikeforce, Invicta FC e UFC. Recentemente, se recuperou a dura derrota para Amanda Nunes ao vencer Felicia Spencer no UFC 240. Essa foi a última luta do seu contrato e após o combate, rompeu com o UFC.

Cyborg era esperada para fazer uma revanche com Amanda, porém, a lutadora entrou em conflito com o presidente Dana White e acabou sendo liberada pela organização.

Cris Cyborg agora é esperada para enfrenta a campeã peso-pena do Bellator, Julia Budd. O duelo ainda não tem data para acontecer.

Foto: Getty Images

Weili Zhang atropela Jéssica Andrade e conquista o cinturão peso-palha

Na manhã deste sábado (31), a China viu pessoalmente sua primeira campeã da história no UFC. Na edição deste sábado, em Shenzen, Jéssica Andrade defendia seu reinado diante de Weili Zhang e acabou derrotada em apenas 42 segundos.

A luta começou frenética, com Jéssica partindo muito pra cima, porém, Zhang conseguiu segurar o ímpeto da brasileiro e conectou uma forte sequência de cotoveladas e joelhadas que atordoaram a brasileira, que levou mais um golpe que decretou o nocaute técnico.

– Muito obrigada, estou muito orgulhosa de ser chinesa. Quero muito agradecer ao meu país. Da última vez que estive aqui eu me comprometi a ser a primeira campeã chinesa do UFC e agora eu consegui – afirmou Zhang.

CARD PRINCIPAL:
Weili Zhang venceu Jéssica Bate-Estaca por nocaute técnico aos 42s do R1
Li Jingliang venceu Elizeu Capoeira por nocaute técnico aos 4m51s do R3
Kai Kara-France venceu Mark de la Rosa por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Kenan Song venceu Derrick Krantz por decisão unânime (triplo 29-28)
Mizuki Inoue venceu Wu Yanan por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
CARD PRELIMINAR:
Anthony Hernandez venceu Jun Yong Park por finalização aos 4m39s do R2
Su Mudaerji venceu Andre Soukhamthath por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-25)
Da Un Jung venceu Khadis Ibragimov por finalização aos 2m do R3
Damir Ismagulov venceu Thiago Moisés por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27)
Heili Alateng venceu Batgerel Danaa por decisão unânime (triplo 29-27)
Karol Rosa venceu Lara Procópio por decisão dividida (28-29, 30-27 e 29-28)

Foto: Getty Images

Darren Till sobe de categoria e enfrenta Kelvin Gastelum no UFC 244

O UFC anunciou um confronto explosivo para o card de número 244, que será realizado em Nova York no dia 2 de novembro. Se trata de um combate na categoria dos médios entre o inglês Darren Till e o americano Kelvin Gastelum. A informação publicada pela “ESPN” foi confirmada pelo UFC.

Kelvin Gastelum vai em busca de disputar novamente o cinturão. Após vitórias contundentes sobre Michael Bisping e Ronaldo Jacaré, ele enfrentou Israel Adesanya pelo cinturão interino e acabou derrotado por decisão unânime em um grande combate.

Darren Till sobe de categoria após boa passagem nos meio-médios. Em seus dois últimos combates, foi derrotado pelo então campeão Tyron Woodley e por Jorge Masvidal.

Foto: Getty Images