• Início
  • Notícias
  • Deiveson Figueiredo testa positivo para Covid-19 e luta pelo cinturão pode ser cancelada

Deiveson Figueiredo testa positivo para Covid-19 e luta pelo cinturão pode ser cancelada

https://secure.gravatar.com/avatar/28d2726733235892509e3844977e0ca2?s=96&d=mm&r=g

Kelvin Ramirez

10/07/2020

Mais um lutador brasileiro do UFC está contaminado com o novo coronavírus. Depois de Ronaldo Jacaré e Gilbert Durinho agora foi a vez de Deiveson Figueiredo testar positivo. O brasileiro está escalado para enfrentar Joseph Benavidez pelo cinturão dos moscas no dia 18 de julho em Abu Dhabi. A informação é do site Combate.

Ainda segundo informou o site, Deiveson testou positivo nesta semana em São Paulo e por isso não embarcou para Abu Dhabi nesta sexta-feira (10). Deiveson e sua equipe ainda mantém as esperanças de embarcar no domingo caso a contraprova feita hoje tenha o resultado negativo.

Figueiredo havia testado positivo para a doença em maio, segundo relatou sua equipe. Ainda não há comprovação se uma pessoa pode ser contaminada pela segunda vez. A Organização Mundial de Saúde diz que existe a possibilidade de testar positivo uma nova vez, mesmo que a pessoa não tenha adoecido, pois células mortas são expulsas pelo pulmão, como forma de defesa do organismo.

Mesmo que Deiveson possa ser retirado do card um outro brasileiro está escalado para substitui-ló. Alexandre Pantoja está com luta marcada diante de Askar Askarov, entretanto, o Ultimate já havia deixado aberto a possibilidade do brasileiro ficar de reserva caso Deiveson ou Benavidez fossem excluídos do evento.

Até o momento o Ultimate não fez nenhum comunicado oficial.

Ouça nosso podcast – Spotify | Deezer | Itunes

Leia também: UFC anuncia nova parceria com a Venum a partir de 2021